Candidata do PSOL ataca PT e Jungmann


RUMO ÀS ELEIÇÕES Em entrevista à Rádio JC/CBN, Noélia Brito diz que o PT pratica um “estelionato eleitoral”. Sobre Jungmann, afirma que ele “não pensou grande” quando ministro
Foto: Clemilson Campos/JC Imagem
Pré-candidata à Prefeitura do Recife pelo PSOL, Noélia Brito fez ataques ao PT e ao prefeiturável Raul Jungmann (PPS), ontem, em entrevista à Rádio JC/CBN. Comrelação ao Partido dos Trabalhadores, Noélia afirmou que a legenda é um estelionato, quando questionada sobre a gestão petista no município. Acho uma vergonha o PT ter enganado a população. O que me revolta no PT é o estelionato. Com os outros partidos, você já sabia o que esperar deles. Agora o PT enganou a população, declarou. Já sobre Jungmann, ela disse que ele não fez nada quando era ministro do Desenvolvimento Agrário no governo de Fernando Henrique Cardoso (PSDB), de 1996 a 2002. Quando era ministro, ele não pensou grande, completou, se referindo ao Pense grande utilizado pelo pré-candidato em outras eleições.

Noélia Brito alegou que o PSOL não pretende formar alianças com a velha política, fazendo alusão às principais siglas do cenário político pernambucano, como PMDB, PPS, PSDB e PT. A nossa aliança é com o povo. O PSOL age dentro da realidade do povo. Não fica só na teoria, enfatizou. De acordo com ela, o partido é o representante mais autêntico na nova política, da transparência, e aposta nas redes sociais para estreitar o relacionamento com os cidadãos.

Sob o ponto de vista administrativo, Noélia criticou a gestão petista dos últimos dez anos e citou o déficit habitacional, os problemas na educação, o caos no trânsito e a má conservação das calçadas como os principais males sociais da capital pernambucana. Caso seja eleita, sua primeira medida, será instituir uma comissão geral de auditoria na prefeitura, a fim de monitorar os gastos públicos. Criarei auditoria na folha de pagamento, na folha de contrato, em tudo. O que se gasta ali (na PCR) não corresponde aos serviços que a população está recebendo, disse.

Sobre o Orçamento Participativo (OP), uma das principais bandeiras do PT, Noélia diz que é uma ficção. Vamos propor uma participação pela internet. Nenhuma grande obra do Recife foi votada pela população neste orçamento, concluiu.

PERFIL

Noélia Brito nasceu em 13 de dezembro de 1968, em Fortaleza. Formou-se com 22 anos em direito pela Universidade Federal do Ceará (UFCE). Passou no concurso para a Procuradoria do Recife há 16 anos, onde mora desde então. Eu sou procuradora do povo, e não de gestão. Nasci no dia do AI-5, por isso tenho o espírito libertário, afirmou.


Comentários

MAIS ACESSADAS DO MÊS

PAULO CÂMARA INSISTE EM EXPULSAR POLICIAIS MILITARES QUE DEFENDEM CATEGORIA, MAS PROTEGE CORONEIS DENUNCIADOS POR CORRUPÇÃO EM SEU GOVERNO INVESTIGADOS POR DESVIOS PARA CAMPANHAS DO PSB

"Jarbas Vasconcelos é um lambe-botas que escapou da Lava Jato pela prescrição", Artigo de FBC para a Folha de São Paulo desmonta falso moralismo de Jarbas e dá o tom do que será 2018

JUSTIÇA REVOGA LIMINAR E TRANSFORMA JARBAS E RAUL HENRY EM DOIS PESOS MORTOS NO PALANQUE DE PAULO CÂMARA. COM DECISÃO, FBC ASSUME COMANDO DO MDB E SÓ NÃO SERÁ CANDIDATO SE NÃO QUISER