Notícias




quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Cineastas desmascaram fascismo tucano na ação policial no Pinheirinho, durante recebimento de prêmio, em evento do próprio governo Alckmin


Informe JB

Manifesto contra ação no Pinheirinho causa desconforto em evento tucano

Jorge Lourenço
O Prêmio Governador do Estado para a Cultura em São Paulo acabou se voltando contra os seus próprios organizadores, os tucanos. Durante a premiação, os vencedores na categoria voto popular, os cineastas Marcos Dutra e Juliana Rojas, aproveitaram a oportunidade para fazer um manifesto contra a ação no bairro do Pinheirinho, em São José dos Campos.
Constrangimento
Algumas pessoas da plateia protestaram contra o discurso em determinado momento e a organização tentou interrompê-lo em função da demora. O pré-candidato do PSDB à prefeitura de São Paulo, Andrea Matarazzo, foi o mais constrangido. Ele estava ao lado dos artistas durante o discurso e não sabia para onde olhar. Ao contrário da grande maioria dos convidados, ele não aplaudiu os cineastas.


"Vence mais uma vez a política do coturno em prol do capital. De um lado, bombas, armas, gases, helicópteros, tropa de choque. Do outro, dois revólveres apreendidos. Não há notícia de que tenham sido usados. Uma praça de guerra é instalada - numa batalha em que um exército ataca civis (...) Mais 1.600 famílias estão nas ruas: a lei foi cumprida. Para quem?", questionou Juliana Rojas.

Tags: andrea matarazzo, cineastas, constrangimento, manifesto, pinheirinho, prêmio governador do estado, PSDB, são paulo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.

Siga o Blog por Email

Twitter Updates 2.2: FeedWitter

Seguidores

Vídeos

BoxVideos1

BoxVideos2

Noelia Brito © 2016 Todos os direitos reservados.