CUT fará plebiscito sobre o imposto sindical

Há muitos anos eu defendo essa tese, inclusive em parecereres jurídicos que produzi quando atuava nas Procuradorias Consultiva e da Fazenda Municipal do Recife.  Contribuição sindical compulsória é algo totalmente incompatível com a liberdade de associação prevista na Constituição Federal. Só um lobby muito forte e a existência de um Tribunal político como o STF para justificar a permanência de uma aberração como essa após 5 de outubro de 1988. 

Do Blog de Jamildo

POSTADO ÀS 17:23 EM 04 DE Janeiro DE 2012

Em 2012, a Central Única dos Trabalhadores (CUT) promete unir todas as suas forças para acabar com o imposto sindical. Criado durante o governo de Getúlio Vargas, a cobrança faz com que a criação de sindicatos sem combatividade seja um grande negócio no Brasil, já que o dinheiro é arrecadado sem a necessidade de se promover lutas pelos trabalhadores.

A Central promoverá plebiscitos nos locais de trabalho para verificar se a manutenção da estrutura sindical é o desejo dos trabalhadores ou se preferem uma contribuição definida democraticamente por eles em assembleias das categorias.

“Queremos dar liberdade e autonomia para que eles decidam sobre a forma de sustentação das suas entidades. Isso será fundamental para que o movimento sindical brasileiro passe a construir entidades realmente representativas e preparadas para enfrentar os desafios da negociação coletiva e do contrato coletivo nacional”, destacou o presidente da CUT, Artur Henrique.

Além disso, a pressão da CUT sobre os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário para aprovar a pauta dos trabalhadores será intensificada em 2012. Essa pressão terá apoio incondicional da Condsef e Sindsep-PE.

Comentários

MAIS ACESSADAS DO MÊS

Empresa flagrada servindo comida podre para alunos das escolas públicas de Pernambuco promove assédio judicial contra Editora do blog da Noelia Brito na tentativa de intimidá-la e cessar denúncias do Blog contra malfeitos da empresa, também apontados pela Polícia Civil, pelo MPPE e pelo TCE/PE

Aos gritos de "tem roubo", alunos protestam contra a falta de Merenda durante visita de Paulo Câmara. Na Prefeitura do Recife, Geraldo Júlio é notificado pelo MPPE para explicar denúncias do SIMPERE sobre irregularidades em contratos da Merenda

Até ameaças de morte teriam sido feitas por Eduardo da Fonte e Ciro Nogueira contra testemunhas para que mudassem depoimentos na Lava Jato contra parlamentares do Partido. Apartamento de Dudu da Fonte em Boa Viagem também foi alvo de buscas e apreensões