NOTA DE ESCLARECIMENTO DA PRÉ-CANDIDATURA DE NOELIA BRITO (PSOL) À PREFEITURA DO RECIFE SOBRE AS FALSAS NOTÍCIAS DE RETIRADA DA CANDIDATURA QUE VÊM SENDO PLANTADAS PELO GRUPO DO SR. EDILSON SILVA, A SERVIÇO DO PT E DA DIREITA TRADICIONAL


NOTA DE ESCLARECIMENTO DA PRÉ-CANDIDATURA DE NOELIA BRITO (PSOL) À PREFEITURA DO RECIFE SOBRE AS FALSAS NOTÍCIAS DE RETIRADA DA CANDIDATURA QUE VÊM SENDO PLANTADAS PELO GRUPO DO SR. EDILSON SILVA, A SERVIÇO DO PT E DA DIREITA TRADICIONAL

Para esclarecimento da população recifense, o nome de Noelia Brito não foi retirado da "condição de pré-candidatura apoiada pelas instâncias partidárias", como tenta o Sr. Edilson Silva, levianamente, induzir todos a crerem. Noelia Brito continua sendo a única pré-candidata do PSOL à Prefeitura do Recife, por decisão e com o apoio da Executiva Nacional e com o apoio do Setorial de Mulheres do PSOL, que são instâncias partidárias superiores. A bem da verdade, é necessário vir a público, em razão de postagens em Redes Sociais e notas publicadas no site do PSOL Pernambuco, manipulado pelo grupo do Sr. Edilson Silva, que, de fato, a pré-candidatura de Noelia Brito pelo PSOL, à Prefeitura do Recife não é apoiada e nem poderia sê-lo, pelo grupo do mencionado político profissionalizado, o sr. Edilson Silva, por divergências políticas e éticas inconciliáveis, tais como, o envolvimento dos principais nomes da corrente que ele, Edilson Silva, representa e defende e que, inclusive o remunera, o MTL, com o bicheiro Carlinhos Cachoeira, conforme amplamente divulgado pelos grampos da Polícia Federal e pela própria mídia nacional. Referimo-nos ao vereador por Goiania, Elias Vaz e ao dirigente goiano, Martiniano Cavalcanti. Como também já está amplamente divulgado, Noelia Brito tem uma história de mais de 16 anos de combate à corrupção em nosso Município, tendo, inclusive, denunciado, à imprensa e ao Ministério Público, juntamente com o pré-candidato do PSTU, Jair Pedro, as irregularidades em vários contratos da Delta com o Município do Recife, o governo Eduardo Campos e ainda que a empresa Datamétrica, do irmão do pré-candidato petista Mauricio Rands, estranhamente, por dispensa de licitação, é responsável pela fiscalização desses contratos. Por outro lado, Noelia Brito não compactuo com as movimentações à direita que o grupo do Sr. Edilson Silva promove, como a utilização da estrutura partidária do PSOL, já desautorizada pela Executiva Nacional, para promoção do Movimento Nova Política de Marina Silva e Sérgio Xavier, Raul Jungman e do tucano Fábio Feldman em nosso Estado.

Acrescentamos, ainda, que a tentativa desesperada do grupo de Edilson Silva de retirar a pré-candidatura, pelo PSOL, à Prefeitura do Recife, atende a interesses inconfessáveis desse político profissionalizado junto ao PT e à direita tradicional, com quem mantém alianças obscuras não apenas no Recife (onde denunciamos os contratos da construtora Delta, do amigo dos patrões do MTL, do Sr. Edilson Silva, mas ainda no Cabo de Santo Agostinho (inclusive com pessoas que respondem a inquéritos por extorsão de trabalhadores sem teto e sem terra) e em Paulista. Dito isto, esclarecemos que de acordo com as resoluções do próprio Partido Socialismo e Liberdade, tiradas previamente ao processo eleitoral de 2012, não há mais prazos para inscrições de outras pré-candidaturas, nem há possibilidade de que o PSOL faça coligações sem que esteja na cabeça de chapa. Qualquer nova tentativa de golpe que pretenda desrespeitar tais resoluções serão firmemente rechaçadas pelos que apoiam a  pré-candidatura de Noelia Brito, pelo PSOL, à Prefeitura do Recife,  por todos os meios constitucionais admitidos em nosso sistema jurídico, o que inclui, por óbvio, a Executiva, o Diretório Nacional do Partido Socialismo e Liberdade e o Poder Judiciário.  

Comentários

  1. Ótimo esclarecimento, a única ressalva fica para a redação do texto que para efeito de leitura e compreensão deveria ser jornalistico. Parágrafos extensos dificultam a leitura , principalmente em se tratando de sua exposição na Net.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

MAIS ACESSADAS DO MÊS

Empresa flagrada servindo comida podre para alunos das escolas públicas de Pernambuco promove assédio judicial contra Editora do blog da Noelia Brito na tentativa de intimidá-la e cessar denúncias do Blog contra malfeitos da empresa, também apontados pela Polícia Civil, pelo MPPE e pelo TCE/PE

Aos gritos de "tem roubo", alunos protestam contra a falta de Merenda durante visita de Paulo Câmara. Na Prefeitura do Recife, Geraldo Júlio é notificado pelo MPPE para explicar denúncias do SIMPERE sobre irregularidades em contratos da Merenda

Até ameaças de morte teriam sido feitas por Eduardo da Fonte e Ciro Nogueira contra testemunhas para que mudassem depoimentos na Lava Jato contra parlamentares do Partido. Apartamento de Dudu da Fonte em Boa Viagem também foi alvo de buscas e apreensões