O lulo-dilmo-petismo e sua falácia neoliberal

É impressionante a desfaçatez do governo federal ao anunciar novas regras para fomentar o crédito no País.

Depois de transformar o povo brasileiro, em especial aposentados e pensionistas, num dos povos mais endividados do mundo, por intermédio do famigerado crédito consignado, cujo maior beneficiário foi o banco do mensalão, o BMG e seus filhotes, agora aparece Dilma como a grande guerreira do combate aos juros altos.

Pois sim. E o que será feito por essa legião de endividados que entraram na roda viva do sistema financeiro, ludibriados pelas falácias lulo-petistas de que o país vivia e vive num mar de prosperidade? "Consumam, consumam, consumam!", esse o discurso do garoto-propaganda do sistema financeiro, o queridinho dos banqueiros, segundo telegramas vazados pelo Wikileaks.

Quando os bancos declararam que as medidas tomadas pela equipe econômica de Dilma não serviam para fomentar o crédito houve revolta por parte do governo. Mas é claro que nenhuma medida será capaz de fomentar crédito nenhum, uma vez que a massa da população, eventual destinatária desse “crédito” já esgotou, há muito tempo, sua capacidade de endividamento.

O que mais revolta é saber que todas as medidas governamentais são tomadas única e exclusivamente com o intuito de favorecer os bancos. Repito: quais foram as medidas tomadas para reverter a situação de endividamento de nosso povo? Do mesmo modo que a dívida pública merece uma ampla e aprofundada auditoria, os ganhos estratosféricos que os bancos obtiveram mediante os juros escorchantes e capitalizados impostos aos trabalhadores, com o beneplácito do lulo-dilmo-petismo têm que ser auditados, revistos e revertidos ao povo que vem sendo biltremente espoliado por essa associação criminosa que se dá entre o liberalismo lulo-dilmo-petista e o sistema financeiro internacional.

Comentários

MAIS ACESSADAS DO MÊS

Empresa flagrada servindo comida podre para alunos das escolas públicas de Pernambuco promove assédio judicial contra Editora do blog da Noelia Brito na tentativa de intimidá-la e cessar denúncias do Blog contra malfeitos da empresa, também apontados pela Polícia Civil, pelo MPPE e pelo TCE/PE

Aos gritos de "tem roubo", alunos protestam contra a falta de Merenda durante visita de Paulo Câmara. Na Prefeitura do Recife, Geraldo Júlio é notificado pelo MPPE para explicar denúncias do SIMPERE sobre irregularidades em contratos da Merenda

Até ameaças de morte teriam sido feitas por Eduardo da Fonte e Ciro Nogueira contra testemunhas para que mudassem depoimentos na Lava Jato contra parlamentares do Partido. Apartamento de Dudu da Fonte em Boa Viagem também foi alvo de buscas e apreensões