Mais uma construtora de Pernambuco flagrada pela CGU

A Maia Melo, que é uma das citada pela CGU, por esses contratos irregulares, é empresa aqui do Recife e tem vários e milionários contratos com a Prefeitura da Capital...

 

O ESTADO DE SÃO PAULO 

CGU investigará empresas suspeitas de atos ilícitos com Dnit

Somados, os 95 contratos firmados com o Dnit equivalem a um montante superior a R$ 300 milhões


03 de julho de 2012 | 20h 01
Eduardo Bresciani, do estadão.com.br
A Controladoria-Geral da União (CGU) instaurou processos administrativos contra cinco empresas por suspeita de "atos ilícitos" em contratos com Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit). O procedimento decorre da Operação Mão Dupla, realizada em 2010 pela CGU em parceria com a Polícia Federal e o Ministério Público. Foi com base nessa mesma investigação que no mês passado a empreiteira Delta foi declarada como inidônea e ficou proibida de celebrar novos contratos com a administração pública.  
As cinco empresas que estão agora na mira da Controladoria são: RNR Consultoria de Engenharia Ltda., NBR Engenheiros Consultores Ltda., Consultora de Engenharia HSZ Ltda., Construtora G&F Ltda., e Maia Melo Engenharia Ltda. "As empresas são suspeitas de praticarem atos ilícitos em contratos firmados com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) no Ceará para a execução de obras rodoviárias", disse a CGU, por meio de nota. Os processos abertos podem levar à declaração de inidoneidade.
Somadas, as cinco empresas celebraram pelo menos 95 contratos com o Dnit em um montante superior a R$ 300 milhões. A campeã entre elas é a Maia Melo Engenharia, com 64 contratos. Cinco deles ainda estão ativos. Somente um destes contratos é no Estado do Ceará, onde teria ocorrido a fraude. A Maia Melo realizou a execução, supervisão, acompanhamento e controle de execução de obras na BR-116 no trecho que vai de Fortaleza até a divisa com o Estado com Pernambuco.
Dentre as investigadas, a Consultora de Engenharia HSZ Ltda. é quem possui mais contratos com a Superintendência do Dnit no Ceará. São sete, todos concluídos. A empresa tem ainda outra ação já desenvolvida no âmbito nacional. A RNR Consultoria de Engenharia tem sete contratos com o Dnit, sendo seis no Estado onde ocorreu a investigação, mas apenas um ativo. A Construtora G & F tem 13 contratos, dois no Ceará. Nenhum ainda está ativo. A NBR Engenheiros Construtores possui três, todos no Ceará e já concluídos.
A CGU não forneceu detalhes sobre quais possíveis ilegalidades teriam sido cometidas. No caso da Delta, citada na mesma Operação, a Controladoria afirma que a empreiteira "pagou valores e bens, como aluguel de carro, compra de pneus e combustível, além de passagens aéreas, diárias em hotéis e refeições a servidores responsáveis pela fiscalização de contratos". À CGU, a Delta afirmou que os benefícios estavam previstos nos contratos. O Dnit não quis se manifestar. O Estado não conseguiu contato com as empresas sob investigação da CGU.

Comentários

MAIS ACESSADAS DO MÊS

PAULO CÂMARA INSISTE EM EXPULSAR POLICIAIS MILITARES QUE DEFENDEM CATEGORIA, MAS PROTEGE CORONEIS DENUNCIADOS POR CORRUPÇÃO EM SEU GOVERNO INVESTIGADOS POR DESVIOS PARA CAMPANHAS DO PSB

"Jarbas Vasconcelos é um lambe-botas que escapou da Lava Jato pela prescrição", Artigo de FBC para a Folha de São Paulo desmonta falso moralismo de Jarbas e dá o tom do que será 2018

JUSTIÇA REVOGA LIMINAR E TRANSFORMA JARBAS E RAUL HENRY EM DOIS PESOS MORTOS NO PALANQUE DE PAULO CÂMARA. COM DECISÃO, FBC ASSUME COMANDO DO MDB E SÓ NÃO SERÁ CANDIDATO SE NÃO QUISER