Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2013

Noélia Brito é a nova articulista do Blog de Jamildo, o mais lido e conceituado de Pernambuco

Imagem
novos ares Noélia Brito é a nova articulista do Blog POSTADO ÀS 10:59 EM 15 DE JANEIRO DE 2013

Ano novo, colunistas novos. A advogada Noélia Brito, Procuradora do Município do Recife desde 1996, é a nova articulista do Blog de Jamildo. Cearense, Noélia mora no Recife desde a aprovação no concurso da Procuradoria, há quase 20 anos, e é filiada aos quadros do Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado (PSTU). Chegou a ser anunciada como pré-candidata do PSOL à Prefeitura do Recife, em 2012, mas teve sua candidatura barrada pela cúpula do partido por discordâncias ideológicas com o presidente estadual do partido. “Além de estarmos mantendo a linha de pluralidade que o blog sempre imprimiu neste espaço, destaco em Noélia Brito um exemplo de correção e coerência. Não é exagero afirmar que, mais do que nunca, a política local precisa de gente séria e ética como Noélia. O tempo dos demagogos metidos a heróis já se foi, e destes a gente quer distância”, elogia o titular do blog, Jamildo M…

Um Novo Recife só é possível com respeito a professores e alunos

Imagem
Um Novo Recife só é possível com respeito a professores e alunos POSTADO ÀS 10:22 EM 15 DE JANEIRO DE 2013
Por Noelia Brito, especial para o Blog de Jamildo Advogada e Procuradora do Município do Recife

Contas rejeitadas, no TCE, por não investirem o mínimo constitucional em Educação e ações de improbidade por desvios do dinheiro da Secretaria de Educação para benefício de particulares. Esse foi o grande legado das gestões de João Paulo e João da Costa.

No governo João Paulo, chegou-se ao cúmulo de acrescentar gastos com a guarda municipal na conta dos gastos com a Educação. Isso foi constatado pelo tribunal de Contas, ao rejeitar as contas de João Paulo, do exercício de 2008. Aliás, segundo o próprio TCE, de 2005 para cá, o descaso desses dois gestores com a Educação foi prática recorrente.

Uma das tônicas dessas duas gestões foram as dispensas de licitação que também não passaram desapercebidas nem pelo TCE, nem pelo Ministério Público que acionaram vários Secretários de Educação do Re…