Artefato teria causado explosão na sede da AGU, no Recife. Polícia Federal vai investigar possível atentado.




AGU Advocacia-Geral da União
O Advogado-Geral da União, ministro Luís Inácio Adams, pediu ao Diretor-Geral da Polícia Federal, Leandro Daiello, que investigue uma explosão ocorrida na manhã deste domingo (27/10) no prédio da Procuradoria-Regional Federal, unidade da AGU, em Recife/PE.

Há relatos de que um artefato teria sido lançado dentro do prédio momentos antes da explosão. Existe a possibilidade de que câmeras instaladas no local forneçam imagens que possam ajudar na investigação.

Ninguém ficou ferido e o Corpo de Bombeiros foi acionado para controlar o incêndio que a explosão provocou. Com exceção do vigilante, não havia mais ninguém no prédio. Houve dano ao patrimônio privado, uma vez que a explosão carbonizou o veículo do vigilante.

Com Informações do Perfil da AGU no Facebook

Comentários

MAIS ACESSADAS DO MÊS

Paulo Câmara "homenageia" Dia do Orgulho LGBT+ com ação policial truculenta em região boêmia do Recife historicamente ocupada por bares e boate LGBT+ e já tem um "Stonewall" pra chamar de seu

PT já teria até escolhido marqueteiro da campanha de Marília Arraes

Prefeito do Cabo, Lula Cabral, do PSB é denunciado pelo MPPE por "montar vasto esquema criminoso de fraudes em licitações" mediante comissão dirigida por "sua ex-namorada e sua cunhada"