Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2014

Ministro nega liminar para suspender efeitos de convenção partidária e PP continua com Dilma

Imagem
Ministro do TSE nega liminar para suspender efeitos de convenção partidária do PP
Em decisão monocrática expedida nesta sexta-feira (27), o ministro Henrique Neves, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), indeferiu a liminar pleiteada pela senadora Ana Amélia de Lemos (PP/RS) e outros, que pedia a suspensão dos efeitos da convenção partidária do Partido Progressista (PP), realizada no último dia 25 de junho. Na ação, os autores alegam que, na ocasião da realização da convenção, “o presidente do partido apresentou a proposta de Resolução nº 1/2014, que delegava poderes à Comissão Executiva Nacional para celebrar coligações e/ou escolher candidatos à presidência ou vice-presidência da República nas eleições de 2014”. Todavia, “a proposta não foi votada e nem muito menos aprovada: em verdade, o ilustre presidente declarou a resolução aprovada por aclamação sem que tal aprovação tenha sido efetivada pelos convencionais". Ainda segundo os autores, “a declaração de inexistência de delegação…

Empresa de Aracaju envolvida no escândalo da FUNDARPE presta serviços até ao Gabinete do Governador desde 2012

Imagem
A empresa TecServ, que segundo gravação divulgada ontem pelo Blog não cumpre as obrigações trabalhistas dos prestadores de serviços que trabalham para a FUNDARPE, tem contratos milionários que somam mais de R$ 8 milhões com o Governo de Pernambuco, todos assinados em 2012, portanto, na gestão do ex-governador Eduardo Campos. Um desses contratos, assinado mediante uma "carona" no contrato com a FUNDARPE, refere-se à contratação de terceirizados para trabalharem no Gabinete do próprio Governador como Assistentes Administrativos (09 contratos) e como Apoiadores Administrativos (02 contratos).
Só este ano, a Tecserv já recebeu do governo de Pernambuco nada menos que R$ 3.930.767,00, restando ainda quase um milhão de reais empenhados a receber e que poderiam ser bloqueados para exigir que essa empresa cumpra com suas obrigações contratuais, em vez de se penalizar os terceirizados levando-os a abrir mão de seus direito trabalhistas sob pena de perderem seus empregos, conforme foi…

EXCLUSIVO: Em gravação, presidente da FUNDARPE é flagrado pressionando terceirizados a abrirem mão de direitos trabalhista para esconder má gestão da entidade

Imagem
EXCLUSIVO
Mesmo reconhecendo em tom de chacota que tudo que envolve a FUNDARPE vira escândalo em Redes Sociais e Blogs, o presidente da entidade, Severino Pessoa, realizou, ontem, reunião com os terceirizados que prestam serviços à Fundação, para pressioná-los a renunciar a seus direitos trabalhistas, de modo a esconder a má gestão da atual diretoria à frente do órgão. Logo no começo da conversa, ele avisa que a convocação é para revolver o problema “sem deixar rastro” e que por causa de sucessivas falhas em processos licitatórios que foram apontadas pela Procuradoria Geral do Estado de Pernambuco, a FUNDARPE chegou ao ponto de ter que fazer um contrato emergencial, ou seja, por dispensa de licitação, para contratar com uma nova empresa diferente da que agora respondia pela maior parte dos contratos vigentes, a Tecserv, devendo todos os terceirizados passar para uma outra empresa, a UNICA.

Durante a reunião, conforme comprova a gravação a que o Blog teve acesso e trás a público, o pre…

Parlamentares, candidatos, dirigentes e militantes do PSOL em todo o País manifestam repúdio ao golpe comandado por Ivan Valente e Luiz Araújo mantendo a candidatura do pastor homofóbico ligado a Silas Malafaia no Rio de Janeiro

Imagem
21 de junho de 2014. A todas/os as/os militantes do Partido Socialismo e Liberdade e à opinião pública

DEPUTADO IVAN VALENTE, PRESIDENTE LUIZ ARAÚJO, O SETORIAL LGBT DO PSOL DIZ: NÃO À HOMO/LESBO/TRANSFOBIA NO NOSSO PARTIDO! Companheiras e companheiros, No primeiro dia da Convenção Nacional do PSOL, a Unidade Socialista, campo interno liderado pelo deputado Ivan Valente, o senador Randolfe Rodrigues e o presidente do Diretório Nacional, Luiz Araújo, acaba de dar mais um golpe contra a democracia internado partido e contra seus princípios fundacionais, revogando com uma maioria artificial de três votos a decisão da Convenção Estadual Democrática do PSOL do Rio de Janeiro que negou a legenda ao pastor fundamentalista e homofóbico Jeferson Barros. A decisão de vetar a candidatura de Barros, após um amplo debate democrático, foi aprovada por 86% dos votos da Convenção Estadual, integrada pelo pleno do Diretório Estadual mais os representantes eleitos por cada um dos diretórios municipais do Estado…