Notícias




quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Em vídeo, a verdadeira "Nova Política" de FBC e do PSB vem à tona





Um vídeo que nossos amigos petrolinenses garimparam no YouTube, da campanha eleitoral de 1996, talvez nos revele um pouco mais sobre a verdadeira "Nova Política" praticada pelo candidato ao senado, da Frente Popular, o ex-ministro Fernando Bezerra Coelho.



Trata-se de um depoimento do hoje vice-prefeito de Petrolina, Guilherme Coelho, hoje no PSDB e que, na época disputava o cargo de prefeito do Município, pleito que que findou por vencer, sucedendo, assim, ao então prefeito, o primo Fernando Bezerra Coelho. 



Pelas palavras de Guilherme Coelho, ditas ainda em 1996, pode-se perceber, que, já naquela época, havia questionamentos quanto às dificuldades do ex-ministro de concluir obras e se manter fiel àqueles que lhe deram oportunidades.



No vídeo, Guilherme Coelho afirma que Fernando Bezerra Coelho teria sido indicado por seu grupo político e seu partido, à época, o PFL, para integrar o governo de Roberto Magalhães, onde, nas palavras do próprio Guilherme, "sugou, sugou, sugou e depois traiu, cuspiu no prato que comeu". Há também acusações gravíssimas, relativas a negociações de votos para aumentar o mandato de Sarney, tão criticado pela "Nova Política", da qual o atual partido de FBC, o PSB, diz-se porta-voz, como parlamentar, em troca de favores pessoais que teriam favorecido empresas da família de FBC. 



Muitas obras que estavam a cargo do Ministério da Integração Nacional, durante a gestão de FBC, como a Transposição do Rio São Francisco, por exemplo, têm sido utilizadas pelo próprio PSB, partido de Fernando Bezerra Coelho, para atacar o governo da presidenta Dilma, mas, ao que parece e a história e o YouTube não nos deixam mentir, o problema está mesmo é com a cotia que só olha pro rabo do macaco.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.

Siga o Blog por Email

Twitter Updates 2.2: FeedWitter

Seguidores

Vídeos

BoxVideos1

BoxVideos2

Noelia Brito © 2016 Todos os direitos reservados.