Notícias




sexta-feira, 22 de agosto de 2014

PSB deve explicações sobre uso de avião envolto em operações suspeitas durante campanha presidencial



A polêmica em torno do suposto desentendimento entre o secretário geral do PSB e ex-coordenador da campanha do finado Eduardo Campos, Carlos Siqueira e a candidata Marina Silva e que também levou ao afastamento do tesoureiro da campanha, o vice-presidente financeiro da Petra, Henrique Costa, logo depois de todos os eduardistas terem saído no velório do finado, bradando, de braços erguidos, que não iam "desistir do Brasil", a meu ver, não passa de uma cortina de fumaça. 

Não faz o menor sentido tanto barulho e exposição pública de uma briga interna dessas, logo em seguida ao anúncio de uma pesquisa que aponta a candidata do Partido no segundo turno e até com chances de vitória, se não se estivesse querendo encobrir algo maior. 

Tanto a Folha de São Paulo, quanto o Estadão, denunciam que o jatinho que vitimou Campos e seus assessores estava envolto em operações fraudulentas, que já são investigadas pela Polícia Federal e pelo Ministério Público Federal, no Estado de São Paulo. 

O Cessna, segundo a Folha, o Estadão e o Tijolaço (leiam matérias nos links abaixo), teria sido adquirido de uma empresa em liquidação judicial, por empresários pernambucanos metidos em processos criminais, que incluem deste sonegação até homicídio e com a intermediação do presidente da Copergas, Aldo Guedes, ex-secretário de Desenvolvimento Econômico do governo Campos, para ser utilizado na campanha do PSB. 

Marina Silva, assim como Eduardo Campos, fez uso do tal jatinho, em campanha. É no mínimo questionável, que candidatos a presidência da República façam uso de um avião adquirido em circunstâncias tão nebulosas. Fôssemos um país sério, o PSB retiraria suas candidaturas diante de tal escândalo, mas faz diferente, cria um factóide, uma briga de "comadres", que estranhamente (ou nem tanto), é alimentado por certa mídia, para desviar o foco de algo que deveria estar sendo o centro do debate e a verdadeira manchete. 

É claro que Marina e seu staff, assim como o próprio PSB, o PT e o PSDB, têm a plena noção da gravidade dos fatos que estão sendo revelados pelos jornais paulistas e que certamente já são dominados pela Polícia Federal e é por tal razão que os que estavam à frente da campanha, quando o tal do jato se incorporou a esta, não podem, em hipótese nenhuma, nesta continuarem, pois se Marina ainda não está sendo cobrada pelas viagens que fez na aeronave suspeita, certamente, tão logo esse novelo seja completamente desenrolado, sê-lo-á.

MATÉRIAS RELACIONADAS:







Um comentário:

  1. Noelia, fiz um comentário na sua página, não me lembro o dia certo mas foi em maio, uma denúncia sobre um falso leilão de imóvel(minha residência )por mim construída 28anos atrás.Fiquei viúva, fraudaram a hipoteca da minha casa em 17 anos, leiloaram meu imóvel num falso leilão e me despejaram. Contei a metade dos fatos no blog: www.minhacasa-minhahistoria.blogspot.com e acrescento-lhe endereço de dois vídeos que gravei e denunciei ao MPF, ao CNJ e ao STJ.Veja os vídeos:

    http://youtu.be/219KKPm6_mI (depoimento)


    http://youtu.be/AgtzuKIBsmA despejo

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.

Siga o Blog por Email

Twitter Updates 2.2: FeedWitter

Seguidores

Vídeos

BoxVideos1

BoxVideos2

Noelia Brito © 2016 Todos os direitos reservados.