Polícia Federal deflara Operação "GodFather" contra lavagem de dinheiro e crimes tributários. Valores envolvidos são superiores a R$ 150 milhões

Anthony Armstrong, o "Poderoso Chefão"


A Polícia Federal deflagrou, hoje, a Operação "Godfather", uma alusão ao personagem do livro "O Poderoso Chefão", de Mario Puzo. Não, não é o que vocês estão pensando. Não tem nada a ver com o caso daquele jatinho sem dono. Trata-se de uma operação visado a apuração de crimes de lavagem de dinheiro, sonegação fiscal, crimes tributários e formação de quadrilha atribuídos ao inglês Anthony Armstrong e a pessoas a ele ligadas e à sua empresa  que atua do ramo imobiliário, em Fortaleza e Natal e que também patrocina times de futebol no Brasil, o Alegrim, de Natal e na Itália, o Monza.

Após receber informações do Conselho de Controle de Atividades Financeiras, o COAF, sobre a existência de um esquema de lavagem de dinheiro que captava dinheiro de investidores no exterior para investimentos que nunca eram devolvidos, a Polícia Federal começou a investigar o esquema da quadrilha comandada pelo "Godfather", apelido dado pelos torcedores do Alegrim ao inglês Armstrong e que tinha sede em Natal.

Na Operação foram utilizados 50 policiais federais e 12 fiscais da Receita Federal, para cumprimento de nove mandados de busca. Estima-se que a quadrilha arrecadou, com o golpe, cerca de R$ 150 milhões.

*Com informações da assessoria de Imprensa do DPF, no RN

Comentários

MAIS ACESSADAS DO MÊS

PAULO CÂMARA INSISTE EM EXPULSAR POLICIAIS MILITARES QUE DEFENDEM CATEGORIA, MAS PROTEGE CORONEIS DENUNCIADOS POR CORRUPÇÃO EM SEU GOVERNO INVESTIGADOS POR DESVIOS PARA CAMPANHAS DO PSB

"Jarbas Vasconcelos é um lambe-botas que escapou da Lava Jato pela prescrição", Artigo de FBC para a Folha de São Paulo desmonta falso moralismo de Jarbas e dá o tom do que será 2018

JUSTIÇA REVOGA LIMINAR E TRANSFORMA JARBAS E RAUL HENRY EM DOIS PESOS MORTOS NO PALANQUE DE PAULO CÂMARA. COM DECISÃO, FBC ASSUME COMANDO DO MDB E SÓ NÃO SERÁ CANDIDATO SE NÃO QUISER