Notícias




segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Governo de Pernambuco pagou R$ 220,9 milhões à Schaim Engenharia, próximo alvo da Lava Jato, para construção de hospitais e habitacionais

Dados do Portal da Transparência do Governo de Pernambuco revelam que pagamentos à Schain Engenharia, que segundo notícia veiculada, hoje, pelo Portal Brasil 247, será uma das construtoras atingidas pela delação premiada do ex-diretor da Petrobras, Pedro Barusco, chegaram a R$ 220.941.800,00, somente entre os anos de 2008 e 2014, já que o período anterior a 2008 não está disponível para consulta.









Em discurso proferido da tribuna da Câmara Federal, a então deputada e hoje Ministra do TCU, Ana Arraes, destacava a atuação da empresa Schain na construção, em SUAPE, da primeira plataforma destinada à exploração do pré-sal, numa parceria com a empresa japonesa MODEC que, segundo Ana Arraes, já seria fornecedora da Petrobras. Segundo a própria Ana Arraes, paralelamente a isso, o então governador de Pernambuco, Eduardo Campos, pessoalmente, mantinha entendimentos com as construtoras Alusa e Galvão, esta hoje já delatada dentro da Operação Lava jato, para a implantação de um terceiro estaleiro em SUAPE, com investimentos da ordem de US$ 300 milhões. Como se pode perceber, os negócios das empreiteiras alvo das delações premiadas da Operação Lava Jato, em Pernambuco, não estavam restritas à Refinaria Abreu e Lima:




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.

Siga o Blog por Email

Twitter Updates 2.2: FeedWitter

Seguidores

Vídeos

BoxVideos1

BoxVideos2

Noelia Brito © 2016 Todos os direitos reservados.