Notícias




quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Foi Geraldo Que Fez: UEP também repudia Conferência de Juventude do Recife promovida por Geraldo Júlio


NOTA DE REPÚDIO PELA FARSA NA CONFERÊNCIA DE JUVENTUDE DO RECIFE

A União dos Estudantes de Pernambuco - Gestão "Reconstruir a UEP pela base", vem a público pronunciar-se sobre a vergonhosa tentativa de golpe contra a juventude recifense, perpetrada pela Prefeitura do Recife, ora representada pelo Prefeito Municipal, Geraldo Júlio, na montagem e realização de uma suposta "1ª Conferência Municipal da Juventude".

É de pleno conhecimento da sociedade e dos movimentos sociais que, as gestões do PSB, seja no Governo de Pernambuco, seja na Prefeitura do Recife, tem dado as costas para as demandas coletivas e para qualquer instrumento ou oportunidade de diálogo, valendo-se de uma falsa participação popular em seus governos, através de ouvidas da sociedade, em que só participam pessoas do interesse da gestão, para defender o que é de interesse da gestão, em detrimento da real demanda do povo, através de atos e/ou conferências, com número restrito de participantes, em que fica claro que tudo trata-se de um jogo de cartas marcadas, onde o povo não está nem de longe representado.

Foi assim que ocorreu na condução do Projeto Novo Recife, onde o povo não foi plenamente ouvido, uma vez em que foi convocada uma conferência na surdina, sem respeitar o prazo minímo convocatório, para discutir o redesenho do projeto, que visa a demolição do Cais José Estelita, que terminou sendo cancelada por liminar judicial e sendo posteriormente remarcada, mas ainda mantendo a limitação do número de participantes através de inscrição prévia, no site oficial da Prefeitura do Recife, o que fez com que a conferência terminasse na defesa dos interesses da gestão e de seus parceiros obscuros (ou nem tão obscuros assim). O mesmo querem fazer com a juventude de Recife, num golpe contra a democracia e participação social efetiva da sociedade, no processo de elaboração de políticas públicas para tod@s.

Além disso, também devemos considerar que:

1) Nas gestões dos Prefeitos João Paulo e João da Costa, ambos do PT, entre janeiro de 2001 e janeiro de 2013, já foram realizadas duas outras conferências municipais da juventude, logo, esta não poderia ser a primeira conferência e o Prefeito Geraldo Júlio e sua prole, não podem reescrever a história ao bel prazer;

2) Em momento algum, a Prefeitura buscou diálogo com os movimentos sociais de juventude, a fim de construir uma conferência plural e coletiva, com a cara do jovem recifense. Isso reforça a tesa já conhecida de que, as gestões do PSB não respeitam a participação social e não fomentam de forma alguma os intrumentos de diálogo e construção, como o próprio Conselho Municipal de Juventude, participatórios, conferências, etc;

3) Não cabe a Prefeitura Municipal o papel de organizar a referida conferência, mas sim, ao Conselho Municipal de Juventude do Recife, que diga-se de passagem, foi eleita uma nova gestão em eleição realizada no dia 23 de março de 2014, e decorridos cerca de 9 meses da eleição, a nova direção sequer foi empossada. Pior ainda é que o referido conselho foi destituído em outubro de 2014, pelo o então Secretário Municipal, Jayme Asfora, sem qualquer razão plausível ou diálogo, mesmo com uma direção eleita, o que é uma atitude no minímo obscura e suspeita. Mais que isso, a realização da referida conferência, sem a participação ativa do Conselho de Juventude, sem ao menos empossar a direção ora eleita, é desrespeito e um claro golpe na juventude do Recife, que expressou a sua vontade soberana e democrática nas eleições do conselho (que foram organizadas pela própria Prefeitura Municipal), elegendo conselheiros para representá-los e organizar atos como a própria conferência;

4) Ainda mais grave é que, até o presente momento, sequer o regimento interno da conferência, tampouco a programação da mesma, foram divulgadas aos participantes e a sociedade. Isso é mais um sinal de que a Conferência é um golpe na juventude, haja vista que se relizará sem que, seja sabido as regras e critérios de participação na mesma;

5) Por tudo acima exposto, tanto o Prefeito Geraldo Júlio, quanto o Secretário Jayme Asfora, dão o claro indicativo que, estão totalmente descompromissados com o real diálogo e participação da juventude do Recife, no processo de diálogo, elaboração e efetivação das políticas públicas para a juventude, e pouco se importam com suas demandas e justas reinvidicações. A convocação da "conferência", em pleno período facultativo nas instituições de ensino e na proximidades do Natal, no apagar das luzes de 2014, é o manobra para calar a voz da coletividade da juventude recifense, num espaço plural como uma conferência, que acontecerá apenas formalmente, com a participação de poucos e a defesa dos interesses da minoria, e não da maioria. A referida conferência, que foi convocada no último dia 10 de dezembro de 2014 (apenas oito dias antes da sua realização), segue o exemplo de ilegalidade da 1ª audiência convocada para discussão do Projeto Novo Recife, que foi suspensa por medida judicial.

Assim sendo, convocamos a juventude e os estudantes para se mobilizarem em torno da
Manifestação em Repúdio ao Formato da Conferência Municipal de Juventude do Recife (Evento no Face: https://www.facebook.com/events/1531722600438783/?ref=22), cobrando ainda a posse imediata do direção para o Conselho Municipal de Juventude, eleito em 2014, e que seja realizada a legítima 3ª Conferência Municipal de Juventude, construída de forma fraterna, plural, democrática e com a participação de tod@s.


Assina a diretoria da União dos Estudantes de Pernambuco.

Um comentário:

  1. Mais uma do Geraldo Júlio: Câmara do Recife aprova projeto que altera legislação urbanística em área de preservação

    http://jconline.ne10.uol.com.br/canal/politica/pernambuco/noticia/2014/12/18/camara-do-recife-aprova-projeto-que-altera-legislacao-urbanistica-em-area-de-preservacao-161152.php


    Comentário de um leitor do JC:
    Por grilo,19/12/2014
    Mas esse GeJu é no minimo um palhaço! depois de declarar que nao se curvaria diante das empresas construtoras que financiaram sua campanha agora faz questão de , num bairro historico, legalizar a destruição do mesmo!! Politica P$ocialite Brasileira não tem jeito!!

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.

Siga o Blog por Email

Twitter Updates 2.2: FeedWitter

Seguidores

Vídeos

BoxVideos1

BoxVideos2

Noelia Brito © 2016 Todos os direitos reservados.