Notícias




sábado, 4 de abril de 2015

Grampos da Operação "Mar de Lama" revelam como funcionam os esquemas de desvios de dinheiro público pagos a empreiteiras para campanhas políticas

MAR DE LAMA


A Operação "Mar de Lama", da Polícia Federal, iniciada a partir da Operação "Monte Carlo", esta de combate ao agenciamento de jogos ilegais e lavagem de dinheiro, em Pernambuco, revelou, juntamente com as Operações "Farda Nova" e "Zelador", além do "Mensalão Pernambucano", em que uml gigantesco esquema de corrupção, envolvendo vereadores de vários partidos, na cidade de Jaboatão dos Guararapes, jornalistas, marqueteiros, funcionários públicos, deputados estaduais e federais, secretários do governo Eduardo Campos, do PSB, até hoje impunes, o modus operandi pelo qual os recursos destinados ao pagamento de empreiteiras contratadas para realização de obras públicas são desviados para o "Caixa 2" de campanhas eleitorais, em moldes que em nada se diferenciam do que hoje se vê revelado na Operação "Lava Jato" da Polícia Federal. Questiona-se, portanto, quais as razões para que os envolvidos nas denúncias que vêm sendo feitas aqui no Blog, desde o ano passado, todas lastreadas em grampos legais da Polícia Federal, somente ocasionaram processo contra a própria Blogueira.  É crime cobrar o Ministério Público em Pernambuco, mas não é crime assaltar o Erário Pernambucano? Qual a explicação do Ministério Público de Pernambuco para tamanha má vontade em denunciar todos os flagranteados pela Polícia Federal nas mais odiosas práticas criminais contra o Erário? Ao Ministério Público Federal, o Blog questiona: Por que nada foi aprofundado com relação ao IBAMA, UFRPE e UFPE e as suspeitas de corrupção de funcionários para contratação de empréstimos consignados naquelas instituições federais?




"ó LEONARDO, eu precisava que você preparasse a RELAÇÃO DE TODAS AS CONSTRUTORAS, seja elas grandes ou pequemas que trabalham com a gente, pra gente" (Fernando Wanderley, então secretário de Finanças de Jaboatão dos Guararapes pedindo lista de construtoras a mando da deputada Elina Carneiro, para que lhe sejam exigidas contribuições mensais para a campanha de releição do prefeito)





"JÁ FALOU COM AS EMPRESAS DE LIXO e agora querem falar com ESSA LISTA DE CONSTRUTORES, Bote todos, agora desses todos eu vou selecionar, logicamente, os maiores porque eu não vou botar um SEU AMARO da vida, um SEU SEVERINO (…) num sei o quê mais lá um desses pra fazer, pra dar 10 mil reais. Um desses não pode dar 10 mil pra CAMPANHA DO PREFEITO até porque recebe pouco."
(…)
"EU vou apresentar a ELA (ELINA CARNEIRO) pra ESCOLHER UNS 10 ou 15 EMPREITEIROS  QUE POSSA PARTICIPAR COM R$ 10.000,00 TODO MÊS QUE É O QUÊ ELA QUER pra vê se chega 15 com 19 mil, 150 mil com MAIS 150 MIL DO LIXO ELA QUER FAZER R$ 300.000,00 TODO MÊS, vê que loucura. Por que os EMPREITEIROS só podem dar isso se também receberem, não é verdade?"
(…)
"Aí fica dizendo assim: 'OLHA, A GENTE VAI E VAI CHAMAR TODOS ELES AQUI, REUNIDO NA REUNIÃO, E QUEM DISSER QUE NÃO VAI DAR EU (ELINA) VOU AMEAÇAR PARALIZAR AS OBRAS, EU VOU AMEAÇAR PARAR AS OBRAS E NÃO TEM MAIS OBRA AQUI PRA ELES QUE EU VOU CHAMAR OUTROS EMPREITEIROS."



SAIBA MAIS

POLÍCIA FEDERAL ADMITE EXISTÊNCIA DO MENSALÃO PERNAMBUCANO


LEIA TODAS DENÚNCIAS DE NOELIA BRITO ACERCA DO MENSALÃO DO PSB E PSDB EM PERNAMBUCO


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.

Siga o Blog por Email

Twitter Updates 2.2: FeedWitter

Seguidores

Vídeos

BoxVideos1

BoxVideos2

Noelia Brito © 2016 Todos os direitos reservados.