Notícias




domingo, 19 de abril de 2015

PAVIMENTANDO A ESTRADA PARA A PREFEITURA DE OLINDA

OPINIÃO


Por Michel Zaidan
Professor da UFPE e Cientista Político

O advogado, literato, editor, mecenas e pré-candidato à Prefeitura de Olinda, Antonio Campos, também conhecido nos meios eleitorais como "Tonca",  prestou a informação - publicada no Blog de Jamildo - de que é candidato à Prefeitura de Olinda, pelos relevantes serviços prestrados ao munícipio, na categoria de patrocinador (junto com Mário Hélio) da Fliporto. Embora não seja engenheiro ou construtor, disse o referido cidadão que estava pavimentando a estrada rumo à Chefia da edilidade olindense. Melhor faria o ilustre rebento da casa dos Campos que aplicasse o seu imenso e versátil saber jurídico para se livrar de processo judicial, apresentado por dois promotores da Justiça Eleitoral, no dia 4 de abril, por crime eleitoral cometido por Tonca, ao antecipar a campanha eleitoral, em Olinda, através de Out-doors, santinhos, telefonemas para residências e outros cometimentos. Do alto de seu saber jurídico, devia saber "doutor" Campos que é crime eleitoral fazer propaganda (de si mesmo) antes do prazo da campanha eleitoral (que só ocorrerá em 2016). Mas o advogado/literato usou a malandragem do personagem de seu tio, Renato Carneiro Campos, para ignorar a proibição legal de fazer propaganda política antes da hora, levar vantagem sobre os adversários, e se apresentar aos cidadãos e cidadãs olindenses como uma pessoa à disposição do distinto público, doando uma fundação de direito privado sobre a leitura e o livro infantil à cidade. Bonzinho, esse neto de Miguel Arraes. Tudo feito, sem nenhum interesse, a não ser renovar e dar nova vida ao município de Olinda, há 3 mandatos governado pelo aliado de todas as horas, o PC do B. Campos, malandramente, mudou o domicilio eleitoral para o município vizinho e tornou dirigente do PSB municipal. Perguntado sobre a pretensão de Tonca, o mandatário estadual e membro nacional do PSB (Paulo Câmara) respondeu que só depende do interessado a decisão de disputar ou não a Prefeitura de Olinda. O que só demonstra o servilismo do dirigente ao irmão do ex-governador e cunhado da viúva (que dizem os jornais, pretende se candidatar a uma vaga na Câmara Federal nas  futuras eleições federais). Tudo em família, como se vê.

Antes de ameaçar com interpelação judicial - como anunciou o Blog do Jamildo - os críticos de suas manobras político-literárias a oligarquia da família Acioly/Campos devia olhar para seus próprios malfeitos. Crime é usar as relações de família e de parentesco para "pavimentar" o caminho para um cargo público. Mais ainda, fora de época, como disseram os dois promotores da Justiça Eleitoral. Ou será que Tonca se acha acima das leis do País, porque é irmão do ex-governador, neto de Miguel Arraes e cunhado da viúva? - Se fôr eleito, coisa que duvido muito - não será pelos méritos literários e de mecenas (assessorado por Mario Hélio). Mas em função da pequena esperteza dos políticos de província, que se acham imunes aos rigores da lei por fazerem parte da oligarquia que ora nos governa. 
http://g1.globo.com/pernambuco/noticia/2015/04/mp-eleitoral-oferece-representacao-contra-antonio-campos.html 
 
 
 
 
 
 
 
Transcrevo acima as notícias publicadas pela imprensa do país (Globo, estadão) sobre o processo movido pelo Ministério Público contra Tonca.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.

Siga o Blog por Email

Twitter Updates 2.2: FeedWitter

Seguidores

Vídeos

BoxVideos1

BoxVideos2

Noelia Brito © 2016 Todos os direitos reservados.