Notícias




sexta-feira, 3 de abril de 2015

Site Jurídico revela nomes de advogados, conselheiros e empresas envolvidos na Zelotes



O site de notícias jurídicas JOTA revelou os nomes de conselheiros, advogados, empresas e sócios citados no Relatório da Polícia Federal e na decisão da juíza federal Pollyanna Kelly Alves, na Operação Zelotes, que desbaratou o maior esquema de Sonegação já descoberto em nosso País, que segundo cálculos iniciais da própria Polícia Federal deve ultrapassar os R$ 19 milhões de prejuízo aos cofres da União. Vejam quem são os nomes citados na Operação:
Jorge Victor Rodrigues
Lutero Fernandes do Nascimento
Eduardo Cerqueira Leite
Jeferson Ribeiro Salazar
Edison Pereira Rodrigues
Meigan Sack Rodrigues
José Teruji Tamazato
Mário Pacnozzi Júnior
João Inácio Puga
Wagner Pires de Oliveira
Jorge Celso Freire da Silva
Leonardo Siade Manzan
Tharyk Jaccoud Paixão
Chiqueki Murakami
José Ricardo da Silva
João Batista Cruginski
Adriana Oliveira e Ribeiro
Eivany Antonio da Silva
Eivanice Canário da Silva
Paulo Roberto Cortez
Silvio Guatura Romão
Eziquiel Antonio Cavalar
Hugo Rodrigues Borges
Alexandre Paes dos Santos
SCR Consultoria Empresarial Ltda.*
J.R. Silva Advogados & Associados*
Rodrigues e advogados associados
SBS Consultoria Empresarial
Alfa/Atenas Assessoria Empresarial Ltda.
Planeja Assessoria Empresarial Ltda.
Davos Energia Ltda.
Davos Prestadora de Serviços em Energia Elétrica
APS Assessoria, Planejamento e Serviços Ltda.
ABC Consultoria Tributária
1Depe Instituto de Desenvolvimento de estudos e projetos econômicos LTDA
Marcondes e Mautoni Empreendimentos e Diplomacia Corporativa Ltda.
Goiás Indústria/Fertivita.
Íkmsv Corrretora de Seguros Ltda.
Agropecuária Terrafertil.

Segundo o JOTA, a autoridade policial solicitou a prisão:
Preventiva de:
Edison Pereira Rodrigues – Ex-presidente do CARF
Jorge Victor Rodrigues – Conselheiro do CARF e sócio da SBS Consultoria Empresarial **
Lutero Fernandes do Nascimento **
Eduardo Cerqueira Leite **
Jeferson Ribeiro Salazar **
Meigan Sack Rodrigues – Conselheira do CARF
Temporária de:
Adriana Oliveira e Ribeiro – Conselheira do CARF
José Ricardo da Silva* (“um dos principais responsáveis pelo esquema de corrupção que envolve alguns de seus sócios e conselheiros do CARF”, segundo a Justiça)
José Teruji Tamazato **
Mário Pacnozzi Júnior **
João Inácio Puga – Integrante do conselho de administração do Banco Safra
Wagner Pires de Oliveira – Procurador da Fazenda Nacional
Jorge Celso Freire da Silva
Leonardo Siade Manzan
Tharyk Jaccoud Paixão
Chiqueki Murakami
João Batista Gruginski*
Eivany António da Silva*
Eivaneci Canário da Silva*
Paulo Roberto Cortez
Silvio Guatura Romão
Eziquiel António Cavalari
Hugo Rodrigues Borges
Alexandre Paes dos Santos

Os pedidos de prisão, entretanto, foram indeferidos pela Justiça Federal.

A juíza deferiu a  busca e apreensão em escritórios, empresas e residências para apreender jóias, obras de arte, utensílios domésticos de grande valor, veículos, dinheiro em espécie, cheques e “tudo que possa se tratar de produtos de atividade criminosa ou materialidade de lavagem de dinheiro" e  o sequestro dos bens apreendidos, com liberação somente depois de comprovada a origem; bloqueio/sequestro de valores depositados em contas correntes, poupanças, previdências privadas, fundo de investimento, apólice de seguros e outros investimentos;

Ainda de acordo com o site JOTA, houve deferimento parcial do pedido de buscas e apreensões para apreender documentos, agendas, anotações, correspondências, pastas, telefones, medidas de armazenamento de dados, computadores e “quaisquer outros objetos que possam robustecer o corpo probatório” nos escritórios dos advogados: 
Jorge Victor Rodrigues, Leonardo Siade Manzan, Jefferson Ribeiro Salazar, Wagner Pires de Oliveira, João Inácio Puga, Edizon Pereira Rodrigues, Tharyk Jaccoud Paixão, José Ricardo da Silva, João Batista Gruginski, Adriana Oliveira e Ribeiro, Eivany Antônio da Silva e Eivanice Canário da Silva sobre os fatos criminosos em apuração, destacando-se os seguintes casos: “das empresas RBS, Brascan, Via Engenharia, HSBC, GVR Solutions, Suzano Papel e Celulose, Gerdau, caso Santander, caso JS Safra, caso Bradesco, processo JG Rodrigues e CIA LTDA e o da Évora, caso JS Administradora de Recursos S/A, caso da nota PGFN/CAT nº 547/05, caso do processo 19515.721802/2011-46, caso da empresa Laser Tech Comércio e Importação de Eletrônicos, caso da falência do banco BVA, caso da TOV corretora de câmbio, casos das empresas ALFA Antenas e Planeja Assessoria Empresarial, caso do conselheiro Cassuli, SGR Consultoria Empresarial, caso do processo 10680.724392/2010-28 – Gerdau, branqueamento de pagamentos a clientes – ABC Consultoria Tributária e SGR Consultoria Empresarial, transferências recursos empresa Mautoni e Marcondes e movimentação atípica – SBS Consultoria”. O deferimento foi parcial, uma vez que a apreensão só deveria se limitar aos documentos relacionados com os casos sob investigação, não podendo atingir outros clientes desses advogados.
(*) – “Envolvidos na movimentação de ativos provenientes de atividades ilícitas”
(**) –  atuariam “na ligação entre empresas contratantes, servidores e conselheiros do CARF, por meio de tráfico de influência e corrupção, com vistas a obter vistas de processo, alteração de votos e/ou provimento de recursos que beneficiariam indevidamente a empresas contratantes e a todos os envolvidos”

Com conteúdo do Site de Notícias JOTA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.

Siga o Blog por Email

Twitter Updates 2.2: FeedWitter

Seguidores

Vídeos

BoxVideos1

BoxVideos2

Noelia Brito © 2016 Todos os direitos reservados.