Notícias




quinta-feira, 16 de julho de 2015

Ânimos se abatem no ninho da Pomba pernambucana com Lava Jato fechando o cerco a sócio de Campos


Fontes palacianas deixaram escapar que o clima é de velório no ninho pombista, com as buscas e apreensões realizadas nas empresas do militante do PSB, Aldo Guedes, sócio do finado governador Eduardo Campos na Fazenda Esperança, em Brejão e homem de sua inteira confiança, desde os tempos em que Campos foi secretário da Fazenda do avô, Miguel Arraes. 


Algo Guedes pediu afastamento do cargo de presidente da Copergas, empresa do governo de Pernambuco, dirigida por este, desde 2007, tão logo se noticiou que sua casa e suas empresas particulares, foram alvos das buscas e apreensões da Operação Politeia, que aqui em Pernambuco foi apelidada de "Operação Lava-Jatinho".

O sócio de Campos fora apontado em matéria do Estadão como intermediador da compra do jatinho onde o ex-governador  sofreu o acidente fatal e no qual a ex-candidata Marina Silva chegou a viajar em campanha.

Ainda segundo as fontes palacianas consultadas pelo Blog, embora Aldo Guedes dirija uma empresa ligada ao Estado de Pernambuco, um dos mais abalados com a chegada da Lava-Jato aos seus negócios de importação e exportação seria o prefeito do Recife, Geraldo Júlio, que foi chefe de Aldo Guedes quando secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco do governo Campos, função que acumulava com a de presidente de SUAPE, logo antes de deixar o cargo para se candidatar à prefeitura do Recife, já que a Copergas é diretamente subordinada àquela Secretaria estratégica na captação de negócios e investimentos para o Estados, notadamente em SUAPE.


O presidente do PSB e secretário de governo de Geraldo Júlio, Sileno Guedes, inclusive, apressou-se em soltar nota, em nome do Partido, em solidariedade em defesa de Aldo Guedes em conjunto com a feita para o senador Fernando Bezerra Coelho, também alvo da Operação, por ter pedido R$ 20 milhões ao ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa, para a campanha de reeleição de Eduardo Campos: "O Partido Socialista Brasileiro de Pernambuco (PSB– PE) vem a público prestar irrestrita solidariedade ao senador Fernando Bezerra Coelho e ao militante Aldo Guedes. Com vida pública pautada pela correção e com grandes serviços prestados ao estado de Pernambuco e ao Brasil, o senador Fernando Bezerra Coelho contribui, de forma decisiva, para a consolidação do partido no estado e conta com a confiança dos socialistas. O companheiro Aldo Guedes teve um reconhecido desempenho à frente da Copergás nos últimos oito anos, sempre agindo com retidão, prestando um relevante serviço em prol do desenvolvimento de Pernambuco, e também conta com a confiança dos socialistas.
Sileno Guedes
Presidente Estadual PSB-PE"



A Polícia Federal, que vinha investigando as movimentações de Guedes desde o acidente com Campos, em razão da desconfiança de que o sócio do ex-governador, já falecido, tivesse funcionado como operador da compra do CESSNA da campanha do presidenciável,  realizou busca e apreensão na empresa Contábil Service, que presta serviços há mais de 20 anos para as empresas de Aldo Guedes. Na empresa de contabilidade, a PF apreendeu documentos relacionados principalmente à Jacarandá Negócios e Participações, uma das 7 empresas registradas em nome do empresário, de acordo com dados da JUCEPE.

Outra empresa que teve documentos apreendidos pela Operação Lava-Jatinho, foi a Grillo Presentes, na Imbiribeira, da esposa do empresário e que apresentou um crescimento exponencial durante o governo Campos, quando Aldo Guedes passou a ter papel de destaque nos negócios governamentais.

Uma das sete empresas inscritas da JUCEPE como pertencentes a Aldo Guedes cujas atividades são ligadas a inportação e exportação foi encerrada no dia 1912/2014, há pouco tempo, portanto. Trata-se da Sonho Meu Comércio Importação e Exportação Ltda. Me.
















Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.

Siga o Blog por Email

Twitter Updates 2.2: FeedWitter

Seguidores

Vídeos

BoxVideos1

BoxVideos2

Noelia Brito © 2016 Todos os direitos reservados.