Notícias




quarta-feira, 22 de julho de 2015

Para poder pagar contratos superfaturados sem licitação, Geraldo Júlio substitui concursados por Estagiários em Creches da PCR

DENÚNCIA


A Educação virou um verdadeiro calcanhar de Aquiles da gestão do prefeito Geraldo Júlio. Em meio a graves denúncias já protocoladas junto ao Ministério Público de Pernambuco de que tem feito contratações sistemáticas, sem licitação, de empresas da área de Tecnologia da Informação e com indícios fortíssimos de favorecimento e superfaturamento, como no escandaloso caso das licenças do software APRIMORA, destinado tão somente ao ensino de Matemática e Português para os alunos do ensino fundamental adquiridas à empresa GM QUALITY COMERCIO, em quantidade pelo menos três vezes superior a de equipamentos disponíveis para sua instalação(http://noeliabritoblog.blogspot.com.br/2015/05/exclusivo-seduc-de-geraldo-erra-nas.html), eis que chega também ao Ministério Público denúncia protocolada pelos aprovados no recente concurso realizado pela Prefeitura do Recife de que o Prefeito estaria deixando de nomear profissionais concursados para atuarem nas creches da Rede Municipal e em seu lugar contratando estagiários, que além da precarização do trabalho, com pagamento a menor para o trabalhador, beneficiam empresas intermediadoras de mão de obra com o recebimento de comissões.

Vejam o conteúdo da Denúnica ao MPPE:
 http://pt.slideshare.net/NoeliaBrito/representacao-aoministeriopublico-concurso-adi-pcr

Os denunciantes, que foram aprovados para os cargos de Agentes Administrativos Escolares e Auxiliares de Desenvolvimento Infantil, foram, entre os dias 20 e 29 de maio deste ano, em várias Creches Municipais e  CMEI's, onde levantaram que em muitas delas o número de Estagiários supera o número de servidores responsáveis pelo trabalho naquelas unidades. Esse levantamento foi encaminhado ao Ministério Público para que tome, o quanto antes, as providências necessárias para que Geraldo Júlio restabeleça a legalidade e a moralidade no âmbito de sua gestão, que parece funcionar ao arrepio da lei.

Para se ter uma ideia, na Creche Municipal "Ame as Crianças", os denunciantes levantaram a presença de 20 estagiários para apenas 6 ADI's. Na Creche Municipal Vovô Artur, são 19 estagiários para 11 ADI's. No CMEI Ana Rosa Falcão Carvalho, são apenas 4 ADI's para 28 estagiários. Na Creche Escola Iraque a situação é escandalosa, simplesmente só existe 1 ADI para 44 estagiários, ao passo que na Creche Municipal da Torre existem 50 estagiários e apenas 3 ADI's.

No último Concurso Público, que não está sendo respeitado nem por Geraldo Júlio nem por seu Secretário de Educação, para os quais não faltam recursos para contratar empresas de consultoria para compra de softwares, sem licitação, foram aprovados 612 candidatos para o cargo de Agente Administrativo Escolar, dos quais 300 foram classificados e 564 para o cargo de Auxiliar de Desenvolvimento Infantil, dos quais 259 classificados.

O que se tem questionado é o derrame de dinheiro da gestão Geraldo Júlio para contratação de empresas de consultora em tecnologia da informação e para pagamento de comissões para empresas agenciadores de estágios, enquanto empurra com a barriga as nomeações dos concursados da Secretaria de Educação da Prefeitura do Recife?

Em recente decisão, o TCE julgou ilegais 76 contratos temporários assinados por Geraldo Júlio quando ainda era secretário do governo do Estado de Pernambuco. Leia aqui: http://noeliabritoblog.blogspot.com.br/2015/07/tce-julga-ilegais-76-contratos.html

Com a palavra o Prefeito Geraldo Júlio, o MPPE e o TCE/PE.







 SAIBA MAIS:

http://noeliabritoblog.blogspot.com.br/2015/06/fergbras-dos-donos-da-gm-quality-tambem.html

http://noeliabritoblog.blogspot.com.br/2015/07/farra-das-inexigibilidades-de-licitacao.html








Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.

Siga o Blog por Email

Twitter Updates 2.2: FeedWitter

Seguidores

Vídeos

BoxVideos1

BoxVideos2

Noelia Brito © 2016 Todos os direitos reservados.