GERALDO JÚLIO, O NOVO "DONO" DO PSB





Segundo o Colunista Inaldo Sampaio, o advogado Antônio Campos, mais conhecido como Tonca Campos, irmão do ex-governador Eduardo Campos, estaria sendo sabotado pelo PSB em suas pretensões de ser candidato à prefeitura de Olinda, a mando do prefeito do Recife, Geraldo Júlio, que só tem cabeça para seu projeto pessoal de reeleição. É que a candidatura de Tonca Campos coloca em risco o apoio do PC do B a Geraldo Júlio, já que se oporia à provável candidatura da deputada Luciana Santos à sucessão de Renildo Calheiros à prefeitura da Marim dos Caetés, informa o colunista. Antônio Campos teria dado um prazo de 15 dias para que o PSB se definisse por apoiar sua candidatura em Olinda sob pena de vê-lo se candidatar por outra agremiação partidária, vez que não pretende, em hipótese nenhuma, desistir de seu projeto político que em última instância incluiu chegar a governar o Estado já governador pelo irmão Eduardo Campos e pelo avô, Miguel Arraes, ambos já falecidos.

Comentários

  1. O cara é advogado mas antes entrar na política. Por que ele não segue sua carreira de advogado? Eis a questão, pois na política se enriquece mais rápido, adquiri poder mais veloz, se têm influência mais consistente. Eis o motivo mais óbvio



    ResponderExcluir

Postar um comentário

MAIS ACESSADAS DO MÊS

Aos gritos de "tem roubo", alunos protestam contra a falta de Merenda durante visita de Paulo Câmara. Na Prefeitura do Recife, Geraldo Júlio é notificado pelo MPPE para explicar denúncias do SIMPERE sobre irregularidades em contratos da Merenda

Empresa flagrada servindo comida podre para alunos das escolas públicas de Pernambuco promove assédio judicial contra Editora do blog da Noelia Brito na tentativa de intimidá-la e cessar denúncias do Blog contra malfeitos da empresa, também apontados pela Polícia Civil, pelo MPPE e pelo TCE/PE

Com Internacional lotado, petistas falam ao Blog com exclusividade sobre pré-candidatura de Marília Arraes. Para Ferro, o PT de verdade está com Marília Arraes, não é o PT que fica fazendo negociatas nos esgotos do Palácio