SIMPERE TAMBÉM DENUNCIA FRAUDES NAS LICITAÇÕES DA SEDUC DE GERALDO JÚLIO



A direção do Simpere protocolou hoje, na sede do Ministério Público de Pernambuco, a exigência de um INQUÉRITO CIVIL para apurar a situação dos Projetos Pedagógicos que estão sendo adquiridos pela Prefeitura do Recife, bem como o valor orçamentário de cada um deles. 
Segundo Eunice Nascimento, Coordenadora Geral da entidade, já foram encaminhados três ofícios pelo Sindicato sem que, passados mais de um ano, tenha havido qualquer resposta por parte da Prefeitura. "Estamos questionando a aquisição de bens sem licitação e também compra de projetos pedagógicos por valores superfaturados e sem qualquer justificativa técnica. Um escândalo! Estamos nos baseando em denúncias veiculadas na grande imprensa." esclarece Eunice.
A sociedade está de olho! Não vamos nos calar diante da falta de transparência e descaso com o dinheiro público.
Geraldo Júlio deve explicações. Que o Ministério Público cumpra seu papel de investigar e responder à sociedade.



* Com informações da Assessoria de Imprensa do SIMPERE

SAIBA MAIS


Comentários

MAIS ACESSADAS DO MÊS

Paulo Câmara "homenageia" Dia do Orgulho LGBT+ com ação policial truculenta em região boêmia do Recife historicamente ocupada por bares e boate LGBT+ e já tem um "Stonewall" pra chamar de seu

PT já teria até escolhido marqueteiro da campanha de Marília Arraes

Prefeito do Cabo, Lula Cabral, do PSB é denunciado pelo MPPE por "montar vasto esquema criminoso de fraudes em licitações" mediante comissão dirigida por "sua ex-namorada e sua cunhada"