Notícias




quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Por que moralistas seletivos denunciam a foto da capa do CD de Karina Buhr ao Facebook?

 Capa e arte gráfica criada pelo designer Mozart Fernandes, a partir de foto de Priscilla Buhr



As Redes Sociais foram tomadas por uma campanha em protesto contra a censura imposta à capa do álbum "Selvática" da cantora Karina Buhr, pelo Facebook, que tem acatado denúncias de que a imagem da nudez da cantora, nudez esta que se resume à exposição de seus seios, feriria a sensibilidade dos denunciantes.



Nós que somos usuários diários das Redes Sociais, notadamente do Facebook, não podemos deixar de estranhar tamanha sensibilidade, seja dos moralistas seletivos que têm denunciado a foto da capa do CD de Karina, uma das artistas que manifestaram expressamente seu apoio ao Movimento #OcupeEstelita, contra o Empreendimento Novo Recife e que chegou, inclusive a fazer show no Cais José Estelita, como forma de reforçar seu apoio, quando assistimos, a todo instante, imagens de todo tipo, inclusive de sexo explícito, violência desmedida contra crianças, mulheres e animais serem exibidas sem qualquer embaraço ou denúncia ou questionamento, no mesmo Facebook, nas mesmas Redes Sociais.



Karina não é a primeira, nem certamente será a última a ser vítima desse falso moralismo, altamente seletivo, dos denuncistas das Redes Sociais, em especial do Facebook, que o alimenta com o confortável anonimato. Quem nunca viu protestos contra censuras a fotos de mães amamentanto? Eu mesma já vi vários.



A cada celebridade instantânea que é "eliminada" de algum desses programas do tipo "Big Brother", as chamadas "revistas masculinas" lançam tiragens com ensaios fotográficos sensuais com essas celebridades, para deleite de seu público e para as famosas paredes de borracharias, mas não apenas para estas, mas também para as páginas do Facebook, que ficam tomadas senão pelas fotos internas, pelas capas das tais revistas, entretanto, não tenho notícias de que os moralistas seletivos se sintam ofendidos pelo nudez expostas, quando esta é para deleite masculino. 



O que parece incomodar mesmo é a nudez feminina como forma de expressão de poder da própria mulher. Uma mulher amamentando ofende porque é uma expressão do poder feminino de dar a vida e de manter alguém vivo, alimentando-o com seu próprio leite. Fotos como a de Karina Buhr, longe de terem uma conotação sensual, têm, sim, uma conotação sexual, mas no sentido do poder do feminimo sobre seu próprio corpo.



Falando especificamente da foto de Karina Buhr, o que incomoda mesmo na foto é aquele olhar.



Karina, não ouse lançar sobre a sociedade esse seu olhar de mulher livre e com poder! Não ouse mostrar que uma mulher pode ser livre que isso ofende a sensibilidade seletiva do machismo. Se não fosse esse seu olhar, Karina, com certeza, os seios você poderia mostrar.

















SAIBA MAIS:



http://g1.globo.com/pernambuco/noticia/2015/09/censura-de-rede-social-gera-onda-de-apoio-cantora-karina-buhr.html



http://www.leiaja.com/cultura/2014/05/28/karina-buhr-vai-ocupar-o-estelita-neste-domingo-1o/

Um comentário:

  1. As vezes é só um idiotinha babaca que se acha o rei da religião e do moralismo.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.

Siga o Blog por Email

Twitter Updates 2.2: FeedWitter

Seguidores

Vídeos

BoxVideos1

BoxVideos2

Noelia Brito © 2016 Todos os direitos reservados.