TERRAPLANAGEM EM SUAPE RENDEU PROPINA DE R$ 20 MILHÕES AO PSB COBRADA POR ALDO GUEDES A EMPREITEIRAS DO PETROLÃO


Foto: Bosco Lacerda (Revista Algo Mais)

O Estadão de hoje revela que o empresário Aldo Guedes, sócio do espólio do ex-governador Eduardo Campos, foi delatado na Operação Lava Jato, por ter exigido propina de empreiteiras denunciadas no chamado "Petrolão", em razão das obras de Terraplanagem para construção da Refinaria Abreu e Lima, em SUAPE. Na delação premiada feita por Dalton Avancini, da Camargo Correia, este informa que Aldo Guedes teria exigido o pagamento de "vantagens indevidas" para a campanha eleitoral de Campos para o governo de Pernambuco, em 2010, no valor de R$ 20 milhões e que ao ser informado de que o limite do pagamento de propina para tal finalidade era de R$ 12 milhões teria  se "mostrado contrariado". Na delação premiada de Avancini, ainda foi dito que a empresa utilizada como "laranja" para o repasse da propina foi a MASTER TERRAPLANAGEM. Segue a íntegra da delação envolvendo o homem forte dos governos do PSB e que é apontado pelo Ministério Público Federal como negociador do jatinho em que teria morrido Campos:










LINK DA MATERIA:



Comentários

Postar um comentário

MAIS ACESSADAS DO MÊS

Paulo Câmara "homenageia" Dia do Orgulho LGBT+ com ação policial truculenta em região boêmia do Recife historicamente ocupada por bares e boate LGBT+ e já tem um "Stonewall" pra chamar de seu

PT já teria até escolhido marqueteiro da campanha de Marília Arraes

Prefeito do Cabo, Lula Cabral, do PSB é denunciado pelo MPPE por "montar vasto esquema criminoso de fraudes em licitações" mediante comissão dirigida por "sua ex-namorada e sua cunhada"