Notícias




quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Você é sócio e credor da Moura Dubeux e nem sabia. Saiba como!

A CONE S/A funciona no mesmo endereço das demais empresas do grupo Moura Dubex, inclusive do Novo Recife 

Uma operação aprovada em 2010, pelo Fundo Gestor do FGTS, dirigido pela Caixa Econômica Federal, a mesma que realizou o leilão investigado pela Polícia Federal, por fraude dos Armazéns da antiga RFFESA, no Cais José Estelita, transformou os trabalhadores brasileiros, em sócios da Construtora Moura Dubeux, que se notabilizou pela construção de Torres residenciais para as classes mais abastadas e empresariais, para serem alugadas, a peso de outro, pata órgãos do governo:
Relatório de Gestão FI-FGTS 2012

Pela operação, os trabalhadores investiram nada menos que R$ 500 milhões, em valores de 2010, na aquisição de 39,75% das ações sem cotação em Bolsa de Valores, da empresa CONE S/A, tornando-se sócios do grupo Moura Dubeux, a quem cabe o comando da empresa, criada, a partir do ingresso do dinheiro dos trabalhadores brasileiros em seu capital, para construir megaempreendimentos nas áreas portuárias do Nordeste.


Relatório de Gestão FI-FGTS 2011









Achando pouco os R$ 500 milhões do FGTS dos trabalhadores, já investidos em seus negócios, o grupo Moura Dubeux ainda obteve, no final 2013, um empréstimo de R$ 115,9 milhões, junto a bancos públicos, por intermédio da SUDENE, cujo primeiro reembolso deverá ocorrer já em 2016:






Projeto do CONE SUAPE apresentado pela Moura Dubeux, em 2010. Alguém já viu esse empreendimento no Cabo?


Homens da extrema confiança do ex-governador Eduardo Campos, Bezerra Coelho e Geraldo Júlio comandaram a Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco e SUAPE entre 2010 e 2012

4 comentários:

  1. Sra. Noélia Brito,

    Com relação ao post publicado hoje (22 de outubro) no seu blog, a direção da Cone S/A gostaria de esclarecer que o projeto do Condomínio Logístico não é um sonho, mas sim uma realidade já presente nos municípios de Jaboatão dos Guararapes e Cabo de Santo Agostinho. O seu post demonstra total desconhecimento sobre a situação da empresa e os benefícios que a mesma traz para a economia dos municípios e do Estado. Dentro da área de operação da Cone S/A, um projeto de longo prazo que vem sendo desenvolvido desde 2007, já operam mais de 60 empresas, gerando cerca de seis mil empregos. O Cone Multicenter, ainda está em fase de desenvolvimento, justamente os que a senhora colocou as fotos. O projeto, como disse anteriormente, é de longo prazo e está sendo desenvolvido em etapas.

    Ciente de que teremos o direito de ter nossa resposta publicada, segue abaixo um texto que mostra que hoje a Cone é a maior plataforma logística do Nordeste e gera emprego, renda e impostos.

    Obrigada,
    Assessoria de Imprensa da Cone S/A


    Cone S/A é a maior plataforma logística do Nordeste
    A Cone S/A – Condomínio de Negócios é um provedor de infraestrutura voltada para o desenvolvimento e competências logísticas integradas para regiões portuárias e próximas a polos de investimentos. A empresa é hoje a maior plataforma logística do Nordeste. Atualmente, a empresa já fechou contratos de negócios com 60 companhias, que escolheram Pernambuco para instalar seus Centros de Distribuição. Entre as empresas instaladas no local estão as gigantes Arcelor Mittal, Martin Brown, Makro, 2 Alianças, FedEx, JBS Foods, Bridgestone, Gerdau, Netafim, Grupo ViaSul, Via Varejo, Grupo Pão de Açúcar, Lafarge, Magneti Marelli e So Energy.
    Cerca de seis mil pessoas trabalham nas instalações do Cone, sem contar com o pessoal de obras. A logística, principalmente de bens de consumo, tem sido o ponto alto dos investimentos no local, justamente um dos setores que alavancou a economia nordestina e nacional nos últimos anos. A primeira iniciativa da empresa é o Cone Suape, em Pernambuco, que vem sendo desenvolvido desde 2007 e resulta num investimento de R$ 2 bilhões, que serão investidos ao longo de dez anos.

    No Cone Suape, as empresas dispõem de uma logística integrada podendo utilizar ao mesmo tempo os serviços com a marca Cone: Multimodal, Plug&Play, e Multicenter, suportados pelos serviços do Cone Concierge, o mais completo conjunto de soluções integradas com serviços de nível mundial que visa facilitar a instalação na região de companhias nas mais diversas áreas de atuação. Já estão implantados os Cones Multimodal e Plug&Play, que continuam em processo de expansão das suas áreas. O Cone Multicenter está em fase de desenvolvimento.
    O condomínio possui aproximadamente 18 milhões de m² contíguos ao complexo Industrial e Portuário de Suape tornando-se uma retroárea com integração total ao Porto. Do total de 18 milhões, mais de oito estão em desenvolvimento. A empresa surgiu da sociedade formada pelos acionistas da Moura Dubeux Engenharia e do Fundo de Infraestrutura (FI-FGTS), gerido pela Caixa Econômica Federal. O FI-FGTS fez um aporte de R$ 500 milhões no desenvolvimento desse novo conceito de infraestrutura logística, através do projeto Cone Suape.

    A empresa desenvolve no Nordeste o conceito inovador do Solution to Suit, ou seja, oferecer todas as soluções necessárias para a implantação e o desenvolvimento de negócios. A Cone se diferencia por oferecer soluções completas aos seus clientes. Não se trata apenas de alugar galões, pátios ou escritórios. Trata-se de entender o negócio do cliente e demonstrar vantagens competitivas para o mesmo se instalar em cada uma das áreas. Os clientes da Cone S/A, além de contarem com todo um sistema de infraestrutura condominial, possuem a sua disposição galpões/armazéns. Os projetos do Cone procuram estabelecer um diversificado portfólio de clientes possibilitando expandir sua exposição a diversos setores com relevante potencial de crescimento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda bem que os posts ficam as datas dos comentários, creio que a pessoa que postou deve ter algum cargo na empresa, mas agora ela deve se defender na justiça, e não no blog. http://www.diariodepernambuco.com.br/app/noticia/politica/2016/07/01/interna_politica,652961/pf-cumpre-mandados-de-apartamentos-de-luxo-em-boa-viagem-e-na-empresa.shtml

      Excluir
  2. Será que pela Brinks passou os 20 milhões da Refinaria Abreu e Lima que dudu pegou.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.

Siga o Blog por Email

Twitter Updates 2.2: FeedWitter

Seguidores

Vídeos

BoxVideos1

BoxVideos2

Noelia Brito © 2016 Todos os direitos reservados.