Notícias




quarta-feira, 18 de novembro de 2015

EM 2013, OAB/PE CONTRATOU EMPRESAS DE FACTORING POR QUASE MEIO MILHÃO DE REAIS


Conforme noticiamos mais cedo, a atual gestão da OAB está causando constrangimento aos advogados que se utilizaram da opção de pagamento de sua Anuidade de 2015, pelo site da entidade, utilizando-se de Cartões de Créditos, isso porque o pagamento em vez de ser feito a uma conta da OAB, é tereceirizado a uma empresa chamada FLEX PAG PROGRAMA DE COMPUTADORES e cujo nome de fantasia, segundo as operadoras de Cartões de Crédito é INFOX WEB TECNOLOGIA E NEGOCIAÇÃO, com endereço na Rua do Apolo, 782, tendo por telefone de contato o número 31942255, cuja ligação não conseguimos que fosse completada. Ao que tudo indica, essa empresa recebeu os pagamentos de anuidades e não repassou à OAB ou se repassou não identificou corretamente quem seriam os respectivos pagadores, o fato é que às vésperas das eleições, por conta dessa terceirização, advogados que pagaram em dia suas obrigações com a Ordem, estão levando a pecha de maus pagadores e ainda estão sendo cerceados em seu sagrado direito de escolher quem querem ver comandando seu órgão representativo.
Outro fato curioso relativo às finanças da Ordem remonta ao ano de 2013 quando foram gastos nada menos que R$ 441 mil com empresas de factoring. Agora me digam, qual a necessidade de em pleno mês de janeiro, aquele em que entram os recursos de nossas anuidades, a Ordem se socorrer a empresas de Factoring? Janeiro de 2013 foi justamente o mês que sucedeu à eleição do atual presidente da OAB/PE, o advogado Pedro Henrique Mariano. O que teria levado Pedro Henrique a contrair tais operações logo no início de sua gestão e logo no mês em que entram mais recursos na entidade? Com certeza o cumprimento da liminar obtida ontem pela chapa de oposição comandada por Jeferson Calaça traria luz sobre esse questionamento, mas, infelizmente, a atual gestão, achando-se acima do bem e do mal, entendeu que podia descumprir uma liminar e não abrir as contas da entidade àqueles que arcam com suas despesas, quais sejam, nós, advogados.

Mas o que nos causa mais espécie é observar que uma das empresas contratadas para realizar as operações de factoring com a OAB tenha sido a CRISTAL FACTORING, cliente daquele que acabara de deixar a presidência da OAB/PE, para entregá-la ao candidato que apoiara e para assumir a cadeira de Conselheiro Federal eleito na mesma chapa do sucessor, ninguém menos do que o advogado Henrique Mariano. 








Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.

Siga o Blog por Email

Twitter Updates 2.2: FeedWitter

Seguidores

Vídeos

BoxVideos1

BoxVideos2

Noelia Brito © 2016 Todos os direitos reservados.