Notícias




sábado, 12 de dezembro de 2015

Gestão Geraldo Júlio faz assistencialismo e politicagem com doações da Comunidade Chinesa no Recife e é criticada por servidores da SDSDH



Nota de Repúdio
Os(as) trabalhadores(as) da Assistência Social da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos do Município do Recife- SDSDH vêm por meio desta, declarar nosso repúdio ao evento promovido pela Prefeitura do Recife, para entrega de cestas básicas doadas pela Associação da Comunidade Chinesa do Recife, no dia 10/12/2015, no auditório do Colégio Nobrega. A cesta básica é um benefício eventual assegurado como direito às famílias em situação de extrema vulnerabilidade, através do artº 22 da Lei Nº 8.742, de 07 de dezembro de 1993, Lei Orgânica de Assistência Social - LOAS, alterada pela Lei Nº 12.435, de 06 de julho de 2011 e constitui o SUAS. Na Cidade do Recife este benefício é concedido pelos Serviços que compõe a rede da Assistência Social (CRAS,CREAS etc.) e está suspenso desde setembro de 2015. Nós, trabalhadores(as) do SUAS, defendemos que a Prefeitura da Cidade do Recife, enquanto órgão executor da Política Nacional de Assistência Social no Município, realize a entrega de cestas básicas na perspectiva da efetivação do direito e não de forma assistencialista, pontual e sensacionalista como se deu no referido evento, onde utilizou-se da situação de vulnerabilidade social da população para ações de auto promoção, fato explicitado ao condicionar o recebimento da cesta básica a participação no supracitado evento. Os desafios postos para gestores(as), usuários(as) e trabalhadores(as) do SUAS nos próximos anos é a sua consolidação e fortalecimento. Tal desafio foi pautado nas Conferências Municipais, Estaduais e Nacional realizadas neste ano, que teve por tema: Consolidar o SUAS de vez rumo a 2026. Ações como essas promovidas pela Prefeitura do Recife se põe na contramão do fortalecimento das seguranças garantidas pelo SUAS. Nesse sentido, nós, trabalhadores(as) do SUAS da Assistência Social do Recife, repudiamos a vinculação da PCR, órgão municipal executor da Política Nacional de Assistência Social, com qualquer ação relacionada a caridade, e ao assistencialismo. Trabalhadores da Assistência Social da Secretaria de desenvolvimento Social e Direitos Humanos do Recife-SDSDH e do Instituto de Assistência Social do Recife.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.

Siga o Blog por Email

Twitter Updates 2.2: FeedWitter

Seguidores

Vídeos

BoxVideos1

BoxVideos2

Noelia Brito © 2016 Todos os direitos reservados.