TREM DA ALEGRIA CRIADO PELA MESA DIRETORA DA CÂMARA DE JABOATÃO JÁ SE ENCONTRA COM TCE E MPPE PARA INVESTIGAÇÃO



Os vereadores que compõem a Mesa Diretora da Câmara de Jaboatão e que são, atualmente, os responsáveis por todas as nomeações de indicados para os cargos comissionados e também para composição da Comissão de Licitação, daquela Casa foram alvo de duas denúncias que tramitam junto à Promotoria de Defesa do Patrimônio Público, daquela Comarca e junto à Procuradoria Geral do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco, em razão da criação de cargos comissionados que superam o número de cargos efetivos da Câmara de Jaboatão. A manobra se deu por meio de uma alteração ao Regimento Interno da Casa que dotou esse grupo de vereadores de superpoderes, que foram retirados da presidência.

De acordo com a denúncia (Leia AQUI), esses vereadores teriam criado 81 (oitenta e um) cargos comissionados "fantasmas", onerando em R$ 243.000,00, por mês, às despesas do Poder Legislativo, só com essa rubrica, com o que a Câmara de Jaboatão teria passado a contar com 360 cargos de natureza comissionada, enquanto os cargos efetivos seriam apenas 110, dos quais boa parte dos ocupantes estariam à disposição do Executivo Municipal, em razão da falta de espaço para darem seus expedientes na própria Câmara, segundo afirma o denunciante, JOSÉ COELHO PEREIRA NETO

Os novos cargos comissionados criados, um verdadeiro "trem da alegris", teriam sido utilizados para nomear pessoas ligadas aos vereadores que hoje formam o grupo que comanda a Câmara de Jaboatão e que, segundo a denúncia, seriam funcionários fantasmas, fato que já teria, inclusive, sido alvo flagrante de equipe de fiscalização do TCE que, em razão da denúncia, teria comparecido à Câmara e encontrado os gabinetes fechados, sem qualquer dos nomeados trabalhando.


Os vereadores denunciados são o 1º Vice-Presidente, JOSIVALDO RUFINO DOS SANTOS, o 1º Secretário, REINIVAL SAMPAIO DOURADO, o 2º Vice-presidente, EURICO MOURA DA SILVA, o 3º Vice-presidente, JANETON JOSÉ BASILIO, o 3º Secretário SAMOEL GOMES DA SILVA  e o 4º Secretário, CHARLES DARKS RODRIGUES DE AGUIAR.

A denúncia também questiona o valor do tíquete alimentação pago aos vereadores que teria, depois que o grupo tomou para si o comando da Câmara, recebido um reajuste passando a R$ 1.500,00:



 Não é a primeira vez em que vereadores de Jaboatão são denunciados por manterem "fantasmas" em seus gabinetes. Mas, ao que tudo indica, a impunidade que grassa em nosso Estado, serve de estímulo para que a prática se mostre recorrente. Relembre o Inquérito nº 433/2007, até hoje sem uma resposta à altura do que a sociedade pernambucana merece:




VEJA ALGUMAS PORTARIAS COM NOMEAÇÕES PARA OS GABINETES DOS VEREADORES DA MESA DIRETORA DA CÂMARA DE JABOATÃO PARA OS NOVOS CARGOS CRIADOS POR ELES MESMOS:






PROTOCOLOS DAS DENÚNCIAS
PROTOCOLO DA DENÚNCIA JUNTO AO MPPE

PROTOCOLO DA DENÚNCIA JUNTO A MPCO/TCE/PE

Comentários

  1. Um absurdo! Precisamos de pessoas com coragem para denunciar e lutar por nossos direitos perante autoridades. Parabéns José Coelho

    ResponderExcluir

Postar um comentário

MAIS ACESSADAS DO MÊS

Paulo Câmara "homenageia" Dia do Orgulho LGBT+ com ação policial truculenta em região boêmia do Recife historicamente ocupada por bares e boate LGBT+ e já tem um "Stonewall" pra chamar de seu

PT já teria até escolhido marqueteiro da campanha de Marília Arraes

Prefeito do Cabo, Lula Cabral, do PSB é denunciado pelo MPPE por "montar vasto esquema criminoso de fraudes em licitações" mediante comissão dirigida por "sua ex-namorada e sua cunhada"