CORRUPTOS DE PERNAMBUCO EM PÂNICO! ACABOU A BLINDAGEM: OPERAÇÃO "BLACK LIST" DA POLÍCIA FEDERAL DESBARATA ESQUEMA DE R5 100 MILHÕES EM PREFEITURA DO PSDB



Policia Federal detona, em Pernambuco, a Operação Black List que apura fraudes em licitaçõees públicas,  na área de saúde da Prefeitura de Camaragibe.

Prefeito, funcionários da prefeitura, Policiais Militares e empresários envolvidos em esquema que chega a R$ 100 milhões!


O prefeito Jorge Alexandre, do PSDB, é aliado do governador Paulo Câmara, do PSB.

Informações nos chegam de que várias equipes da PF já estariam cumprindo mandados em empresas como a Mega Medicamentos, uma empresa no bairro de Brasilit e que o prefeito Jorge Alexandre teria sido conduzido à sede da Polícia Federal, juntamente com um empresário de nome Josvaldo, que seria um "laranja" do esquema e advogados.

Comentários

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pelo seus serviços!! O jornalismo "conservador" que se diz democratico já não nos informa mais há muito tempo...

    ResponderExcluir
  3. Prestando um grande serviço ao povo de Pernambuco. Informação sem meias verdade.

    ResponderExcluir
  4. Prestando um grande serviço ao povo de Pernambuco. Informação sem meias verdade.

    ResponderExcluir
  5. Informação é assim, sem meias palavras E sem LADO. Apenas a verdade. Parabéns!

    ResponderExcluir
  6. Informação é assim, sem meias palavras E sem LADO. Apenas a verdade. Parabéns!

    ResponderExcluir
  7. Informação é assim, sem meias palavras E sem LADO. Apenas a verdade. Parabéns!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

MAIS ACESSADAS DO MÊS

Paulo Câmara "homenageia" Dia do Orgulho LGBT+ com ação policial truculenta em região boêmia do Recife historicamente ocupada por bares e boate LGBT+ e já tem um "Stonewall" pra chamar de seu

PT já teria até escolhido marqueteiro da campanha de Marília Arraes

Prefeito do Cabo, Lula Cabral, do PSB é denunciado pelo MPPE por "montar vasto esquema criminoso de fraudes em licitações" mediante comissão dirigida por "sua ex-namorada e sua cunhada"