EM TEMPOS DE CRISE NA SEGURANÇA, TRABALHO DO CEL. TARCISO CALADO VOLTA À MEMÓRIA DO PERNAMBUCANO

FOTO: Arquivo pessoal
Em tempos de crise na Segurança Pública do Estado e em que a violência nos Estádios e fora deles virou tema recorrente na vida do pernambucano, muitos têm lembrado a época em que o Cel. Tarciso Calado, em 1985, criou o Batalhão de Choque Mathias de Albuquerque e já no ano seguinte, quando comandava o Batalhão Henrique Dias, criou as "Patrulhas nos Bairros", modelo que foi copiado pelo governo Cid Gomes, no Ceará, quando implantou o chamado "Ronda do Quarteirão" e recentemente foi reeditado pelo governo Eduardo Campos e tem sido mantido por Paulo Câmara, inclusive com o mesmo nome, ou seja, Patrulha nos Bairros.

Mas uma das principais iniciativas do Cel. Tarciso, que tem sido muito lembrada por profissionais de imprensa, que na época cobriam tanto a área de segurança pública, quanto a esportiva, foi o acompanhamento pessoal dos jogos em dias de clássicos. Coronel Tarciso era sempre o primeiro a chegar no Estádio, às dez da manhã e o último a sair, por volta da meia-noite, monitorando pessoalmente toda a segurança nos locais das partidas e no entorno dos estádios.

Junto com integrantes do TJPE e do MPPE, Coronel Tarciso firmou convênios que tornaram possível a suspensão da atuação das chamadas torcidas organizadas, que hoje são consideradas o grande calo dos que trabalham por sua extinção, por julgá-las fomentadoras da violência nos Estádios.

O Cel. Tarciso Calado ainda fortaleceu o serviço de inteligência e implantou blitz nas madrugadas, onde seu Batalhão fazia a cobertura, ou seja, nas áreas que iam do Pina a Porto de Galinha, que eram sempre acompanhadas por cobertura da imprensa, relembram com saudade, os que acompanharam de perto seu trabalho.


Comentários

MAIS ACESSADAS DO MÊS

Aos gritos de "tem roubo", alunos protestam contra a falta de Merenda durante visita de Paulo Câmara. Na Prefeitura do Recife, Geraldo Júlio é notificado pelo MPPE para explicar denúncias do SIMPERE sobre irregularidades em contratos da Merenda

Empresa flagrada servindo comida podre para alunos das escolas públicas de Pernambuco promove assédio judicial contra Editora do blog da Noelia Brito na tentativa de intimidá-la e cessar denúncias do Blog contra malfeitos da empresa, também apontados pela Polícia Civil, pelo MPPE e pelo TCE/PE

Com Internacional lotado, petistas falam ao Blog com exclusividade sobre pré-candidatura de Marília Arraes. Para Ferro, o PT de verdade está com Marília Arraes, não é o PT que fica fazendo negociatas nos esgotos do Palácio