Notícias




domingo, 16 de outubro de 2016

EM TEMPOS DE CRISE NA SEGURANÇA, TRABALHO DO CEL. TARCISO CALADO VOLTA À MEMÓRIA DO PERNAMBUCANO

FOTO: Arquivo pessoal
Em tempos de crise na Segurança Pública do Estado e em que a violência nos Estádios e fora deles virou tema recorrente na vida do pernambucano, muitos têm lembrado a época em que o Cel. Tarciso Calado, em 1985, criou o Batalhão de Choque Mathias de Albuquerque e já no ano seguinte, quando comandava o Batalhão Henrique Dias, criou as "Patrulhas nos Bairros", modelo que foi copiado pelo governo Cid Gomes, no Ceará, quando implantou o chamado "Ronda do Quarteirão" e recentemente foi reeditado pelo governo Eduardo Campos e tem sido mantido por Paulo Câmara, inclusive com o mesmo nome, ou seja, Patrulha nos Bairros.

Mas uma das principais iniciativas do Cel. Tarciso, que tem sido muito lembrada por profissionais de imprensa, que na época cobriam tanto a área de segurança pública, quanto a esportiva, foi o acompanhamento pessoal dos jogos em dias de clássicos. Coronel Tarciso era sempre o primeiro a chegar no Estádio, às dez da manhã e o último a sair, por volta da meia-noite, monitorando pessoalmente toda a segurança nos locais das partidas e no entorno dos estádios.

Junto com integrantes do TJPE e do MPPE, Coronel Tarciso firmou convênios que tornaram possível a suspensão da atuação das chamadas torcidas organizadas, que hoje são consideradas o grande calo dos que trabalham por sua extinção, por julgá-las fomentadoras da violência nos Estádios.

O Cel. Tarciso Calado ainda fortaleceu o serviço de inteligência e implantou blitz nas madrugadas, onde seu Batalhão fazia a cobertura, ou seja, nas áreas que iam do Pina a Porto de Galinha, que eram sempre acompanhadas por cobertura da imprensa, relembram com saudade, os que acompanharam de perto seu trabalho.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.

Siga o Blog por Email

Twitter Updates 2.2: FeedWitter

Seguidores

Vídeos

BoxVideos1

BoxVideos2

Noelia Brito © 2016 Todos os direitos reservados.