GOE E DELEGACIA DE CAPTURAS FAZEM OPERAÇÃO PARA PRENDER VEREADOR DO PSB ESTEFANO MENUDO


Conforme nosso Blog antecipou, em primeira mão (Leia STJ AUTORIZA PRISÃO DE VEREADOR ESTEFANO MENUDO, DO PSB, POR TORTURA E CONCUSSÃO), o vereador do PSB, Estefano Menudo é alvo, desde as primeiras horas da manhã de hoje, de uma operação do Grupo de Operações Especiais - GOE e da Delegacia de Capturas da Polícia Civil de Pernambuco. 

Fontes ouvidas pelo Blog informaram que Menudo não foi localizado em sua residência, mas a Polícia continua em seu encalço. Advogados do vereador, que é ligado ao prefeito do Recife Geraldo Júlio e ao governador de Pernambuco Paulo Câmara teriam prometido apresentá-lo à justiça ainda hoje.

Estefano Menudo é agente da Polícia Civil e, nessa condição, teria praticado os crimes de concussão e tortura contra um comerciante: "Os réus Estéfano Barbosa dos Santos, (…) agiram com expressiva culpabilidade, tendo se utilizado de cargo público para, através de torturas, exigir e receber vantagens indevidas. Os acusados acima nominados, revelando total descaso com o princípio da moralidade e abusando das prerrogativas inerentes ao cargo de Policiais que ocupam, traíram a confiança neles depositada pela Administração Pública e pela sociedade civil e, ao invés de empregar seus esforços na identificação e punição de criminosos, acabaram a eles se igualando, ao exigir dinheiro e bens indevidamente de um particular." (Trecho da Sentença condenatória contra o vereador do PSB, Menudo, prolatada pelo Juiz Juiz da Vara dos Crimes Contra a Administração Pública da Capital, Dr. Honório Gomes do Rego Filho, nos autos da Ação Criminal nº 40340-91.2007.8.17.0001).

Mais informações no decorrer do dia.

Comentários

MAIS ACESSADAS DO MÊS

Paulo Câmara "homenageia" Dia do Orgulho LGBT+ com ação policial truculenta em região boêmia do Recife historicamente ocupada por bares e boate LGBT+ e já tem um "Stonewall" pra chamar de seu

PT já teria até escolhido marqueteiro da campanha de Marília Arraes

Prefeito do Cabo, Lula Cabral, do PSB é denunciado pelo MPPE por "montar vasto esquema criminoso de fraudes em licitações" mediante comissão dirigida por "sua ex-namorada e sua cunhada"