COMPESA ENVIA RESPOSTA SOBRE DENÚNCIA DO MPPE DE DISTRIBUIÇÃO DE ÁGUA CONTAMINADA EM TIMBAÚBA




A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) garante que fornece água potável para a população da cidade de Timbaúba, realizando o controle da qualidade da água produzida e distribuída conforme exigências previstas na portaria Nº 2914/11 do Ministério da Saúde. A companhia destina uma grande estrutura formada por engenheiros químicos, técnicos, laboratoristas e coletores das amostras, que têm à disposição laboratórios montados, para monitorar o controle de qualidade de água na saída da Estação de Tratamento de Água (ETA) de Timbaúba. No local, são coletadas amostras de água, a cada duas horas, somando 368 amostras por mês.

Além disso, a Compesa recolhe amostras em 48 pontos distribuídos pela cidade, todos os meses. As amostras coletadas comprovam que os parâmetros de cor, turbidez e cloro residual estão dentro dos padrões de potabilidade, assim como a ausência de coliformes totais e Escherichia coli. Até o momento, a Compesa não recebeu nenhuma notificação da 2ª Promotoria de Justiça de Timbaúba. De toda forma, a empresa se coloca à disposição para prestar os esclarecimentos necessários sobre o assunto. 

Imprensa/Compesa


Matéria de Referência

Comentários

MAIS ACESSADAS DO MÊS

PAULO CÂMARA INSISTE EM EXPULSAR POLICIAIS MILITARES QUE DEFENDEM CATEGORIA, MAS PROTEGE CORONEIS DENUNCIADOS POR CORRUPÇÃO EM SEU GOVERNO INVESTIGADOS POR DESVIOS PARA CAMPANHAS DO PSB

"Jarbas Vasconcelos é um lambe-botas que escapou da Lava Jato pela prescrição", Artigo de FBC para a Folha de São Paulo desmonta falso moralismo de Jarbas e dá o tom do que será 2018

JUSTIÇA REVOGA LIMINAR E TRANSFORMA JARBAS E RAUL HENRY EM DOIS PESOS MORTOS NO PALANQUE DE PAULO CÂMARA. COM DECISÃO, FBC ASSUME COMANDO DO MDB E SÓ NÃO SERÁ CANDIDATO SE NÃO QUISER