ANDERSON FERREIRA RECLAMA DE ROMBO, MAS NOMEIA INVESTIGADO PELA "CAIXA DE PANDORA" PARA CARGO COMISSIONADO EM SEU GOVERNO

Ricardo Valois (à esquerda) vice-prefeito de Jaboatão figura entre os investigados pela Operação "Caixa de Pandora" que apura Crimes contra a Administração Pública

Enquanto faz alarde de um suposto rombo de R$ 84 milhões que teria sido deixado pelo antecessor, o atual prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Anderson Ferreira, do PR, que já tem o vice, Ricardo Valois, listado dentre os investigados pela Operação "Caixa de Pandora", da Polícia Civil de Pernambuco, por crimes contra a Administração Pública, nomeou, sem nenhum alarde, outro investigado, pela mesma Operação, pela prática dos crimes de "falsificação de documento público, peculato, abandono de cargo e associação criminosa", para o cargo de Gerente da Secretaria de Projetos Especiais. A nomeação de Williams Albino de Souza, que teve pedido de condução coercitiva e busca e apreensão pedido pela Polícia Civil no Processo nº 13603-34.2016.8.17.0810, deu-se por meio do Ato nº 269/2017, publicado no Diário Oficial do Município de Jaboatão, de 11/01/2017. Confiram:




Comentários

MAIS ACESSADAS DO MÊS

PAULO CÂMARA INSISTE EM EXPULSAR POLICIAIS MILITARES QUE DEFENDEM CATEGORIA, MAS PROTEGE CORONEIS DENUNCIADOS POR CORRUPÇÃO EM SEU GOVERNO INVESTIGADOS POR DESVIOS PARA CAMPANHAS DO PSB

"Jarbas Vasconcelos é um lambe-botas que escapou da Lava Jato pela prescrição", Artigo de FBC para a Folha de São Paulo desmonta falso moralismo de Jarbas e dá o tom do que será 2018

JUSTIÇA REVOGA LIMINAR E TRANSFORMA JARBAS E RAUL HENRY EM DOIS PESOS MORTOS NO PALANQUE DE PAULO CÂMARA. COM DECISÃO, FBC ASSUME COMANDO DO MDB E SÓ NÃO SERÁ CANDIDATO SE NÃO QUISER