Notícias




segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

ANTÔNIO CAMPOS DENUNCIA ROMERO PONTUAL, ALVO DE GRAMPOS DA PF, NO MENSALÃO DO PSB, POR AMEAÇAS E ARAPONGAGEM PARA DIFAMÁ-LO


Em nota encaminhada à imprensa, o advogado e ex-candidato a prefeito de Olinda, Antônio Campos revela os motivos de sua desfiliação ao PSB.  

De acordo com a Nota e com peças de um  Inquérito aberto na Delegacia do Cordeiro, a seu pedido, ainda em julho de 2016, além dos fatos envolvendo eleição para a Prefeitura de Olinda, onde seu Partido teria apoiado o concorrente que acabou vencendo a disputa, pesaram em sua decisão, uma série de ameaças, "arapongagens", agressões e práticas difamatórias e ilegais das quais estaria sendo vítima, sob o comando, segundo alega, do ex-presidente da CEASA, o também filiado ao PSB, Romero Pontual, que agiria em "sintonia com outras forças".

No aditamento acostado ao Inquérito e que pode ser lido na íntegra (AQUI), Antônio Campos afirma que Romero Pontual "liderou e financiou" a "elaboração de Dossiê para denegrir a imagem do noticiante;" que teria tentado "aliciar ex-funcionários do noticiante mediante oferecimento de vantagem financeira ou emprego"; enviado "mensagens telefônicas e correspondências"; feito "arapongagem"; contratado "pessoas para gravação de vídeos e áudios de conteúdo falso e/ou difamatório, os quais foram enviados ao noticiante, familiares e outras pessoas"; além de "outras práticas que serão demonstradas no decorrer do inquérito":



Em sua denúncia, Antônio Campos faz referência ao fato de que ROMERO PONTUAL seria "pessoa de histórico conhecido da política pernambucana, pessoa de conduta ardil, é citado em alguns procedimentos e investigações no Estado, as quais merecem ser melhor investigadas e aclaradas":


 
De fato, PONTUAL é figura central do chamado MENSALÃO PERNAMBUCANO tendo sido apontado pela própria Polícia Federal, em inquérito (INQ. 477/2007) de desfecho até hoje desconhecido como "o homem forte do PSB":






FONTE: BLOG DA NOELIA BRITO

LEIA A NOTA DIVULGADA PELO ADVOGADO ANTÔNIO CAMPOS:


NOTA

1. Anunciei, ontem, a decisão de me desfiliar do Partido Socialista Brasileiro – PSB -, em razão de fatos ocorridos na eleição de Olinda e que ainda continuam a ocorrer, de discriminação, perseguição sistemática, entre outros.
2. Tenho o dever e a responsabilidade de informar a sociedade pernambucana e brasileira, bem como às autoridades constituídas, práticas ilegais e anti-democráticas que venho sofrendo, com a conivência ou mesmo o incentivo de setores ligados a atual gestão do Governo do Estado de Pernambuco, o que revelarei nos autos do inquérito investigativo, cuja abertura se deu em julho de 2016, sendo o áudio anexo, uma mínima amostra.
3. Tais fatos, entre outros, recorrentes, foram um dos motivos que levaram a minha decisão de desfiliação do PSB, especialmente em razão da postura de forças hegemônicas do PSB estadual.
4.   A lei irá prevalecer contra a truculência e as intimidações, que um verdadeiro Campos/Arraes jamais se curvará.
5. Os fatos ora denunciados estão no inquérito e no aditamento, ora em anexo, como também, no conjunto de provas que o noticiante detém sobre o assunto, qual seja, prática de “arapongagem”, ameaças, entre outras ilegalidades, lideradas por conhecida pessoa ligada ao PSB/PE, com incentivo e a conivência de forças ligadas à atual gestão do Governo do Estado.
6. Tais práticas precisam ser banidas e punidas e constituem uma grave violação aos meus direitos individuais e do meu núcleo familiar ameaçado e agredido.

Recife/Olinda, 13 de fevereiro de 2017

Antônio Campos
OAB/PE 12.310



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.

Siga o Blog por Email

Twitter Updates 2.2: FeedWitter

Seguidores

Vídeos

BoxVideos1

BoxVideos2

Noelia Brito © 2016 Todos os direitos reservados.