APÓS MORTE DE QUATRO INTERNOS, MPPE PEDE QUE JUSTIÇA INTERDITE CASE DE TIMBAÚBA

FOTO: TIMBAÚBA AGORA
O Ministério Público de Pernambuco, por intermédio do Promotor de Justiça João Elias da Silva Filho, ingressou com uma Ação Cautelar preparatória na 2º Vara da Fazenda Pública de Timbaúba, pedindo a interdição do CASE daquele Município pelo período necessário à realização de inspeções por equipe técnica, tendo em vista reiteradas ocorrências de rebeliões, fugas e até mortes de 4 menores internos em uma das rebeliões ocorridas naquela unidade, constatadas em Inquérito Civil Público instaurado no final do ano passado e amplamente divulgadas pela mídia (Leia AQUI e AQUI).


ACESSE A ÍNTEGRA DA INICIAL AQUI.

Comentários

MAIS ACESSADAS DO MÊS

PAULO CÂMARA INSISTE EM EXPULSAR POLICIAIS MILITARES QUE DEFENDEM CATEGORIA, MAS PROTEGE CORONEIS DENUNCIADOS POR CORRUPÇÃO EM SEU GOVERNO INVESTIGADOS POR DESVIOS PARA CAMPANHAS DO PSB

"Jarbas Vasconcelos é um lambe-botas que escapou da Lava Jato pela prescrição", Artigo de FBC para a Folha de São Paulo desmonta falso moralismo de Jarbas e dá o tom do que será 2018

TULIO GADELHA DIVULGA CARTA REVELANDO REAIS MOTIVOS DE SUA EXONERAÇÃO DO ITERPE: "AJUSTE PARTIDÁRIO E ELEITOREIRO"