Notícias




sábado, 15 de abril de 2017

NOTA DE NOSSA EDITORA, NOELIA BRITO, SOBRE O PSOL


PSB e PSOL - Oposição domada.
Tomei conhecimento de que na reunião em que o Sr. Paulo Rubem Santiago foi dar explicações sobre os recursos recebidos da empreiteira Odebrecht, via Caixa 2, para suas campanhas eleitorais, aos seus companheiros do PSOL, meu Blog foi citados por várias vezes e chamado de "blog de fofocas". Pois bem. O PSOL considera que não passam de fofocas tudo que eu já publiquei, com vasta documentação, sobre a corrupção entranhada nos governos do PSB, em Pernambuco, inclusive grampos e inquéritos da Polícia Federal, todas em primeira mão, sobre as quais o deputado "desnecessário", do PSOL, com seu gabinete repleto de "Aspones", jamais fez sequer um pronunciamento, de tanto medo que tem dos dossiês do presidente da ALEPE e aliado do governador Paulo Câmara e do prefeito Geraldo Júlio, o deputado Guilherme Uchoa. 

Todas as minhas denúncias, que para o PSOL não passam de "fofocas", foram e têm sido confirmadas pela Polícia Federal, Ministério Público, delações premiadas, enfim, até pela mídia corporativa, a qual o Psol tanto gosta de se utilizar para dar entrevistas e se promover e onde sempre tem e teve espaço garantido (Por que será?). 

Consideram fofoca, também, minhas matérias sobre as fraudes no leilão dos armazéns do "Cais José Estelita", que beneficiaram a construtora Moura Dubeux, que eles fingem combater, mas contra a qual nunca protocolaram uma única denúncia. Da mesma maneira que para o PSOL e para seus agregados em gabinetes parlamentares e sindicatos, as minhas denúncias de que a Moura Dubeux se beneficiou de R$ 500 milhões do FGTS dos trabalhadores eram fofoca. Depois das minhas denúncias, a Polícia Federal e o Ministério Público do Distrito Federal desencadearam uma operação contra essa construtora e seus diretores que pagaram propina pelo empréstimo à organização criminosa comandada por Eduardo Cunha na Caixa Econômica Federal, mas o PSOL que defende quem recebe doação de empreiteira e desqualifica quem denuncia essas mesmas empreiteiras, inclusive com ataques pessoais e afirmações pejorativas e machistas, considera o trabalho que presto, sem receber nada em troca, além da minha reconhecida credibilidade perante o povo pernambucano e para além das fronteiras do Estado, mera "fofoca". É que assim como o partido co-irmão do PSOL, o PSB, para os pessolistas, quem não prevarica para esconder os malfeitos do Partido, não passa de fofoqueiro. Ladrões são apenas os outros, de preferência se forem petistas. 

O PSOL, por não ter capacidade de conviver com a diversidade e a crítica, de fato, negou-me legenda numa reunião de seu diretório nacional, a pedido do grupo político do deputado Edilson Silva, que chegou a ameaçar se desfiliar do PSOL se este me filiasse (relato que me foi feito por aqueles que apoiavam minha filiassem sobre as ocorrências da reunião em questão).  Não se pode apontar os erros do PSOL, pois deslizes éticos de "capas" do PSOL não passam de fofocas, é claro, por mais graves que sejam. Por isso, pensam que devo me intimidar e me calar quando me deparar com qualquer denúncia de irregularidade referente a qualquer de seus filiados, ainda que sejam figuras públicas ou parlamentares.

Os pessolistas, do alto de sua leviana condição de "palmatória do mundo", costumam dizer que nem o PT me quis. Pois bem. É verdade que em dado momento, a direção municipal do PT, no Recife, criou dificuldades para me filiar, por questões personalistas de alguns de seus membros. Diante disso, o PT foi pro seu lado e eu pro meu. Em nenhum momento, porém, o PT soltou notas difamatórias contendo absurdos para me desqualificar e me desmoralizar, como sempre fez o PSOL, para justificar o injustificável politicamente, que era o fato daquele partido não me filiar porque interesses pessoais se sobrepunham aos interesses coletivos que deveriam nortear a legenda. O PT jamais emitiu notas me chamando de "mente tortuosa", nem de louca. Do mesmo modo, o PT jamais utilizou assessores de parlamentares, pagos com o dinheiro do contribuinte, para espalhar em redes sociais que eu era uma "blogueira rica vendida a Geraldo Júlio", utilizando como "prova" meu contracheque contendo remuneração, férias e décimo terceiro de procuradora concursada há mais de vinte anos do  Município do Recife, o mesmo Geraldo Júlio que forjou dois inquéritos administrativos contra mim, chegando a me suspender por oito dias, na tentativa de me intimidar e que é aliado político e amigo pessoal de mesmo Tadeu Alencar, deputado federal do PSB, investigado por fraudes na Arena Pernambuco, PPP com a Odebrecht e que frequenta com pompa e circunstâncias as filiações do PSOL de Pernambuco.

O PT nunca me censurou, nunca me processou para me chantagear e calar meu Blog, ainda que eu tenha publicado matérias sobre delações envolvendo seus principais parlamentares. O PSOL e seus filiados me processaram e sempre utilizaram-se de todo tipo de aleivosias para me intimidar, sendo a pior de todas, a difamação. Era direito do PT não me filiar e pronto. As relações da militante Noelia Brito com o PT continuaram respeitosas, a ponto de eu dar total apoio, por exemplo, à candidatura do PT, à Prefeitura do Recife, em 2016, com dedicação e empenho pessoal até superior a de muitos parlamentares do próprio PT, os quais sequer deram as caras na campanha de João Paulo. Assim como era direito do PSOL ou de qualquer partido não me filiar. O que não é direito do PSOL e de ninguém é criar uma campanha difamatória subterrânea e através de notas amorais para me desmoralizar como mulher, como procuradora que sou, como militante e como ser humano. Esse direito o PSOL não tinha, não tem e não terá. Arca e arcará com as consequências de sua pequenez política e moral. 

O PT cometeu erros inomináveis e deve fazer autocrítica para corrigi-los, pois é um partido que ainda carrega um rasgo de esperança popular e tem em sua base pessoas que realmente se importam com o povo e o social. Já o PSOL, comete as mesmas abominações que critica no PT, só que sem qualquer conectividade com os interesses do povo. Ao PSOL, só interessa o ego de sua meia dúzia de militantes pequenos-burgueses e os carguinhos que possam conseguir em algum gabinete dos parlamentares "oba-oba" desse partido da "modinha". Psol, cresça e apareça!

NOELIA BRITO
Editora do Blog da Noelia Brito

2 comentários:

  1. O PSOL, tem mais é que dar testemunho, do que prega.
    Por isso as desfiliações, estão ocorrendo, aos montes.
    Inclusive a minha...

    ResponderExcluir
  2. Noelia Brito, gostaria de dar os meus parabéns pela coragem, postura e lucidez. Pernambuco não precisa do cobotinismo serviçal desse laranjal amarelo pau mandado da direita. Esses hipócritas tem patrão no jogo de poder dos coronéis que imperam a séculos em nossas terras sofridas. Chega dessa "oposição se fachada", que faz o misancene de conveniência para a imprensa e vive de conluio/coito, nos bastidores da politicagem rasteira, com o que há de mais oportunista e venal nos negócios do poder da casa grande das famílias poderosas da capital aos sertões pernambucanos.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.

Siga o Blog por Email

Twitter Updates 2.2: FeedWitter

Seguidores

Vídeos

BoxVideos1

BoxVideos2

Noelia Brito © 2016 Todos os direitos reservados.