PROPINA DE 3% SOBRE OBRAS EM SUAPE E PIRAPAMA BANCOU CAMPANHAS DE 2010 E 2012 DO PSB DE PERNAMBUCO, DELATA ANTÔNIO PACÍFICO

João Antônio Pacífico durante depoimento sobre doações ilegais a campanhas do PSB de Pernambuco
Em delação premiada registrada como Termo de Colaboração nº 32, Anexo 32, gravada na sede da procuradoria da República no Rio Grande do Norte, no dia 14 de dezembro de 2016 (ASSISTA AQUI), o ex-diretor de Infraestrutura da Odebrecht, João Antônio Pacífico, revelou que a maior parte das doações feitas pela empresa baiana para as campanhas do PSB, eram feitas por meio de Caixa 2. 

Segundo Pacífico, as propinas eram pagas nas épocas de campanha, pelo caixa 2 porque eram cobradas a esse pretexto e para as eleições de 2010 e 2012 foi utilizado o codinome "Neto". O delator ainda revelou que "as informações relativas a esses valores de aproximadamente R$ 11 milhões, foram contrapartida e a forma de contribuição desses pagamentos estão narradas nos relatos individualizados das obras de terraplanagem RNEST, Pirapama, Cais 5 de SUAPE e Pier Petroleiro de SUAPE."

Comentários

MAIS ACESSADAS DO MÊS

Aos gritos de "tem roubo", alunos protestam contra a falta de Merenda durante visita de Paulo Câmara. Na Prefeitura do Recife, Geraldo Júlio é notificado pelo MPPE para explicar denúncias do SIMPERE sobre irregularidades em contratos da Merenda

Empresa flagrada servindo comida podre para alunos das escolas públicas de Pernambuco promove assédio judicial contra Editora do blog da Noelia Brito na tentativa de intimidá-la e cessar denúncias do Blog contra malfeitos da empresa, também apontados pela Polícia Civil, pelo MPPE e pelo TCE/PE

Com Internacional lotado, petistas falam ao Blog com exclusividade sobre pré-candidatura de Marília Arraes. Para Ferro, o PT de verdade está com Marília Arraes, não é o PT que fica fazendo negociatas nos esgotos do Palácio