PROPINA EM PIRAPAMA FOI DE R$ 5 MILHÕES PARA ALDO GUEDES E EDUARDO, REVELA DELAÇÃO DA ODEBRECHT ENVIADA À JUSTIÇA FEDERAL EM PERNAMBUCO POR FACHIN


Despacho do relator da Lava Jato, no Supremo Tribunal Federal, Edson Fachin, começa a trazer à tona detalhes do tão esperado conteúdo da delação premiada do ex-executivo da Odebrecht, em Pernambuco, João Antônio Pacífico, que tinha livre trânsito junto ao governo do Estado. 

Segundo o delator, apenas para as obras da Adutora de Pirapama, a Odebrecht teria pago uma propina de R$ 5 milhões ao ex-governador Eduardo Campos e a seu sócio e ex-presidente da estatal Copergas, Aldo Guedes Álvaro. 

As investigações devem prosseguir perante a Justiça Federal de primeira instância, já que Guedes não tem foro privilegiado, conforme determinação do ministro Fachin na Petição nº 6724.


Comentários

  1. O finado, gostava muito de dinheiro, deixou tudo pra viúva, dinheiro do povo sofrido...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

MAIS ACESSADAS DO MÊS

Aos gritos de "tem roubo", alunos protestam contra a falta de Merenda durante visita de Paulo Câmara. Na Prefeitura do Recife, Geraldo Júlio é notificado pelo MPPE para explicar denúncias do SIMPERE sobre irregularidades em contratos da Merenda

Empresa flagrada servindo comida podre para alunos das escolas públicas de Pernambuco promove assédio judicial contra Editora do blog da Noelia Brito na tentativa de intimidá-la e cessar denúncias do Blog contra malfeitos da empresa, também apontados pela Polícia Civil, pelo MPPE e pelo TCE/PE

Com Internacional lotado, petistas falam ao Blog com exclusividade sobre pré-candidatura de Marília Arraes. Para Ferro, o PT de verdade está com Marília Arraes, não é o PT que fica fazendo negociatas nos esgotos do Palácio