JOESLEY BATISTA DELATA PROPINA DE R$ 60 MILHÕES A AÉCIO NEVES EM 2014

Além da gravação onde Aécio Neves pede uma propina de R$ 2 milhões a Joesley Batista, dono da JBS, supostamente para pagar o advogado que o defenderia nos seis inquéritos que responde na Operação Lava Jato, ainda pesaria contra o senador tucano, já afastado do exercício do mandato por ordem do relator da Lava Jato, ministro Edson
Fachin, ainda pesaria contra o presidente do PSDB, na delação de Joesley, a revelação de que Aécio teria recebido R$ 60 milhões em propina da empresa, apenas no ano de 2014.
A situação de Aécio Neves, cujo pedido de prisão preventiva deve ser analisado pelo Plenário do Supremo Tribunal Federal na próxima sessão, já é considerada insustentável até pelos companheiros de Partido que exigem de Aécio que renuncie à presidência do PSDB.
Tida como braço direito de Aécio Neves, sua irmã, Andrea Neves, foi presa agora há pouco em uma de suas casas, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, o que demonstra a consistência do conteúdo das delações do Grupo JBS, que contaram com a participação da própria Polícia Federal no monitoramento dos delatados e na realização das gravações.

Comentários

MAIS ACESSADAS DO MÊS

Aos gritos de "tem roubo", alunos protestam contra a falta de Merenda durante visita de Paulo Câmara. Na Prefeitura do Recife, Geraldo Júlio é notificado pelo MPPE para explicar denúncias do SIMPERE sobre irregularidades em contratos da Merenda

Empresa flagrada servindo comida podre para alunos das escolas públicas de Pernambuco promove assédio judicial contra Editora do blog da Noelia Brito na tentativa de intimidá-la e cessar denúncias do Blog contra malfeitos da empresa, também apontados pela Polícia Civil, pelo MPPE e pelo TCE/PE

Com Internacional lotado, petistas falam ao Blog com exclusividade sobre pré-candidatura de Marília Arraes. Para Ferro, o PT de verdade está com Marília Arraes, não é o PT que fica fazendo negociatas nos esgotos do Palácio