Notícias




sexta-feira, 9 de junho de 2017

CORRUPÇÃO: EX-PREFEITO E EX-PRESIDENTE DA CÂMARA DE CARPINA, AMBOS DO PSB, TÊM PRISÃO DECRETADA NA OPERAÇÃO "FRAUS" DE COMBATE À CORRUPÇÃO E OUTROS CRIMES CONTRA O PATRIMÔNIO PÚBLICO


O ex-prefeito de Carpina, Carlinhos do Moinho, tem muito prestígio com a cúpula do PSB, principalmente com o todo-poderoso secretário de governo Filgueiras, que exige que os prefeitos mudem de partidos e de deputados se quiserem conseguir agenda com o governador Paulo Câmara.

Em mais uma Operação contra a organização criminosa formada por políticos e servidores públicos que assaltaram os cofres da cidade de Carpina, a Polícia Civil de Pernambuco desencadeou, na manhã de hoje, a Operação "Fraus" (fraude, em latim), contra uma organização criminosa comandada pelo ex-prefeito de Carpina, Carlinhos do Moinho e pelo ex-presidente da Câmara de Carpina, o vereador Tota Barreto, que já foi localizado e preso. Carlinhos do Moinho, entretanto, já é considerado foragido da justiça.


Carlinhos do Moinho é ligado ao ministro da Defesa, Raul Jungmann, do PPS,
que, como deputado, conseguiu liberar emendas para o Município
 quando Carlinhosera prefeito.
Além dos líderes da ORCRIM, que tiveram as prisões decretadas, há outros alvos de mandados de prisão temporária e buscas e apreensão, dentre eles os empresários identificados como Jair, Major e Rodrigo, que seriam os proprietários da empresa "MF", utilizada pela organização criminosa para perpetrar os crimes que lhes são imputados de corrupção, associação criminosa, peculato, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro, além de fraudes em licitações.

O vereador Toga Barreto em momento de descontração com a alta cúpula do governo de Pernambuco e do PSB/PMDB:
governador Paulo Câmara, senador Fernando Bezerra Coelho e vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico Raul Henry

O vereador Toga Barreto já havia sido preso em outra Operação da Polícia por comandar a chamada Máfia dos Consignados.

As investigações foram presididas pelo delegado Diego Pinheiro e a Operação conta com a participação de 17 delegados, 70 agentes e 15 escrivães. Os mandados estão sendo cumpridos nas cidades de Carpina, Lagoa de Itaenga e no Recife.

Mais detalhes no decorrer do dia.

RELEMBRE O QUE JÁ PUBLICAMOS SOBRE CORRUPÇÃO EM CARPINA






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.

Siga o Blog por Email

Twitter Updates 2.2: FeedWitter

Seguidores

Vídeos

BoxVideos1

BoxVideos2

Noelia Brito © 2016 Todos os direitos reservados.