JANOT MOSTRA FORÇA E EMPLACA PRIMEIRO COLOCADO DA LISTA TRÍPLICE DA PRÓPRIA SUCESSÃO



O Subprocurador Geral da República Nicolao Dino de Castro e Costa Neto, candidato de Rodrigo Janot à própria sucessão, foi o mais votado dentre os oito candidatos que disputaram as três vagas da Lista Tríplice a ser encaminhada ao Presidente da República para a escolha daquele ou daquela a quem caberá o comando do Ministério Público em todo o Brasil.

Nicolao Dino, que é irmão do governador do Maranhão, Flavio Dino, obteve 621 votos, seguido por Raquel Elias Ferreira Dodge, com 587 votos e por Mario Luiz Bonsaglia, que recebeu 564 votos.

O fato curioso da eleição, realizada pela Associação Nacional do Procuradores da República, foi a quantidade de votos em branco que foi superior àquela apontada para a segunda colocada, Raquel Dodge, considerada opositora de Janot.

Pela tradição, a escolha recairia sobre o primeiro colocado da Lista, mas Temer tem cogitado até nomear alguém de fora da seleção feita pelos membros do Ministério Público Federal, reeditando a figura do "engavetador geral da República", celebrizada durante o governo Fernando Henrique Cardozo, quando a PGR foi ocupada por Geraldo Brindeiro, indicado para o posto pelo pernambucano Marco Maciel.

Fontes ouvidas pelo Blog citam o nome do paraibano Eitel Santiago, também Subprocurador da República e ferrenho opositor de Janot, como provável escolha de Michel Temer.

Comentários

  1. O que vem de Temer, agente só pode esperar, o pior...
    Um defunto, que ainda anda causando males, a sociedade brasileira.

    ResponderExcluir
  2. Um absurdo esse tipo de escolha ficar nas mãos do presidente. Isso precisa mudar, a escolha deveria ser no âmbito do Judiciário.

    ResponderExcluir
  3. Um absurdo essa escolha ser do presidente, a situação atual de um governante atolado em denuncias e obcecado pelo poder mostra como o sistema é falho. Essa escolha deveria ficar no âmbito do Judiciário.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

MAIS ACESSADAS DO MÊS

Aos gritos de "tem roubo", alunos protestam contra a falta de Merenda durante visita de Paulo Câmara. Na Prefeitura do Recife, Geraldo Júlio é notificado pelo MPPE para explicar denúncias do SIMPERE sobre irregularidades em contratos da Merenda

Empresa flagrada servindo comida podre para alunos das escolas públicas de Pernambuco promove assédio judicial contra Editora do blog da Noelia Brito na tentativa de intimidá-la e cessar denúncias do Blog contra malfeitos da empresa, também apontados pela Polícia Civil, pelo MPPE e pelo TCE/PE

Com Internacional lotado, petistas falam ao Blog com exclusividade sobre pré-candidatura de Marília Arraes. Para Ferro, o PT de verdade está com Marília Arraes, não é o PT que fica fazendo negociatas nos esgotos do Palácio