Notícias




domingo, 2 de julho de 2017

NEM COM MINISTÉRIO NA MÃO, MENDONÇA FILHO ELEGE O PREFEITO DA CIDADE NATAL. HELIO DOS TERRENOS VENCE EM BELO JARDIM COM COLIGAÇÃO QUE UNE DESDE PTB DE ARMANDO ATÉ A REDE DE MARINA SILVA




O empresário Helio dos Terrenos é o novo prefeito eleito de Belo Jardim, terra do ministro da Educação, Mendonça Filho. Com 85,71% das urnas apuradas, o resultado que mostra Helio dos Terrenos, do PTB, com 45,52% dos votos, contra Luiz Carlos, do PSB, candidato do prefeito cassado, João Mendonça, que apesar de primo do ministro da Educação, é considerado seu desafeto político, que obteve pífios 33,03% dos votos, mais ainda do que os 21,45% dos votos dados pela populançao de Belo Jardim ao candidato do PV e de Mendoncinha, Gilvandro Estrela.

Além da peculiaridade da derrota do ministro em seu próprio reduto eleitoral, num momento em que tem uma das maiores máquinas nas mãos, que é o Ministério da Educação e da derrota do prefeito João Mendonça e do governador Paulo Câmara de que João Mendonça é aliado político, a vitória de Helio dos Terrenos, em Belo Jardim, traz outras nuances interessantes de serem observadas.

Coincidentemente, depois da anulação de uma eleição questionada judicialmente, realizada eleição suplementar, o candidato do Palácio foi derrotado e substituído pelo candidato da oposição. Em Ipojuca, a candidata apoiada por Armando Monteiro também derrotou o candidato de Paulo Câmara, numa eleição suplementar, a exemplo do que se observou, hoje, em Belo Jardim.

Já houve duas decisões cassando o mandato do prefeito Junior Matuto, de Paulista, que é do PSB, portanto, apoiado pelo Palácio, o que nos leva a questionar se havendo eleições suplementares esse fenômeno viria a se repetir, seja para eleger o candidato de Armando Monteiro, o ex-deputado Ramos, seja para eleger o ex-deputado Sérgio Leite, hoje no PDT e que conta com o apoio de ninguém menos do que o presidente da Assembleia, Guilherme Uchoa.

Outra peculiaridade dessa eleição de Belo Jardim era que o palanque de Helio dos Terrenos reunia desde o PTB até o PDT, o PT e a REDE, de Marina Silva, que foi a candidata do PSB à presidência, com o falecimento de Eduardo Campos em plena campanha. O que será que isso quer dizer, já que em política não existem movimentos sem sentido?




Um comentário:

  1. Mendoncinha é um COMÉDIA, prepotente arrogante, porém, NÃO SE ELEGE, NEM ELEGE NINGUÉM...

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.

Siga o Blog por Email

Twitter Updates 2.2: FeedWitter

Seguidores

Vídeos

BoxVideos1

BoxVideos2

Noelia Brito © 2016 Todos os direitos reservados.