Notícias




terça-feira, 19 de setembro de 2017

PREFEITO DE ABREU E LIMA NÃO PAGA GARIS, MAS TEM DINHEIRO PARA CONTRATAR SHOWS MILIONÁRIOS. COM A PALAVRA O TCE E O MPPE

Prefeito de Abreu e Lima na festa de comemoração dos 70 anos do PSB
com a dirigentes nacional da legenda e viúva de Eduardo Campos,
Renata Campos e o chefe de gabinete do governador Paulo Câmara, pré-candidato
a deputado federal e filho de Eduardo Campos, João Campos. Renata Campos que é servidora do TCE/PE, é assessora do Conselheiro Marcos Loreto, do TCE, no gabinete de quem é lotada

Reportagem do NETV do dia mostra que a cidade de Abreu e Lima, na Região Metropolitana do Recife e que é comandada pelo prefeito Pastor Marcos José, do PSB, ficou coberta de lixo em razão de uma paralisação realizada pelos servidores que fazem a limpeza pública da cidade porque os salários desses trabalhadores estava simplesmente ATRASADOS! (Assista em Lixo fica acumulado em Abreu e Lima durante paralisação de garis).

Os salários dos garis estão atrasados porque a prefeitura de Abreu e Lima não paga a empresa que foi contratada para fazer a coleta do lixo. Segundo a própria Prefeitura, o atraso no pagamento se dá em em razão da diminuição de repasses federais, entretanto, em pesquisa ao Diário Oficial de Abreu e Lima, publicado pela AMUPE, no dia 19 de setembro último, constatamos que essa mesma prefeitura que afirma não ter dinheiro para pagar os trabalhadores que fazem a limpeza pública da cidade vai gastar uma fortuna com cachês para shows de um festival de música, o XIII Festival Multicultural de Abreu e Lima, a ser realizado na cidade e inclusive faz alarde do desperdício do dinheiro público em sua Página no Facebook.




Para se ter uma ideia só com uma dupla de cantoras chamada Simone e Simara, o gasto será de exorbitantes R$ 265 mil:













Para o show da cantora Vanessa da Matta o gasto será de R$ 120 mil:












Um outro artista chamado Irmão Lázaro deverá receber R$ 52 mil por sua apresentação no mesmo festival:













Já o Grupo Molejo deverá receber um cachê de R$ 100 mil:






Apesar de dizer que não tem dinheiro para pagar os salários atrasados dos garis, a Prefeitura de Abreu e Lima vai gastar nada menos que R$ 535 mil com o pagamento de cachês de apenas 4 dos artistas que deverão se apresentar no já citado Festival de Música da cidade. Quanto será o custo total dessa Festa, que deve incluir estrutura de palco, divulgação, iluminação, segurança, limpeza pública feita por quem sequer está recebendo salários, cachês de outros artistas e sabe-se lá mais o quê? Espera-se que o TCE aja com o mesmo rigor com que agiu na proibição da Festa da padroeira de São Lourenço da Mata, pois o que se vê em Abreu e Lima é um escárnio não apenas com a população que está mergulhada no lixo, mas, principalmente com os trabalhadores que não recebem salário, estão passando fome e ainda terão que limpar a sujeira produzida pela farra com o dinheiro público que está sendo tramada pelo prefeito e sua turma de assessores perdulários. Nosso Blog sugere, ainda, ao TCE e ao Ministério Público que verifique quando foi pago pela Prefeitura de Caruaru pelo mesmo show dessa dupla Simone e Simara, pois segundo nossas fontes, na capital do Forró, durante o São João, o mesmo show teria custado R$ 80 mil a menos do que o valor que agora está sendo cobrado de Abreu e Lima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.

Siga o Blog por Email

Twitter Updates 2.2: FeedWitter

Seguidores

Vídeos

BoxVideos1

BoxVideos2

Noelia Brito © 2016 Todos os direitos reservados.