INVEJA DE DEPUTADOS DO PSB TERIA DERRUBADO TÚLIO GADELHA




Quando o historiador pernambucano Oliveira Lima cunhou a frase que retrata o caráter invejoso do recifense, certamente não imaginava que passados 90 anos de sua morte, a frase se aplicaria, à perfeição, à classe política, não só do Recife, mas de todo o Estado de Pernambuco. Segundo Oliveira Lima, que além de historiador foi diplomata, escritor, crítico e professor e que chegou a  possuir a terceira maior biblioteca particular do País, hoje integrante do acervo da universidade Católica de Washington, "na geografia sentimental do Brasil, Recife era a capital nacional da inveja."

Oliveira Lima nasceu em em 1867 e faleceu em 1928, porém, ao sabermos que a inveja de alguns deputados teria sido o motivo que levou o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, a exonerar o presidente de um órgão com menos de dois meses de sua posse, forçoso é reconhecer que o pensamento de Oliveira Lima sobre o provincianismo de certa elite pernambucana continua tão forte nos dias atuais quanto há cem anos.

Com o mesmo estardalhaço que os Blogs e Colunas Sociais e Políticas noticiaram que o advogado pernambucano Túlio Gadelha era o mais novo namorado da jornalista e apresentadora da Rede Globo, Fátima Bernardes, noticiaram sua exoneração relâmpago do cargo para o qual havia sido recentemente nomeado pelo PDT que no Estado é comandado pela família Queiroz, que haviam perdido a única boquinha que tinham no Estado com a derrota para a família Lyra que lhes tomou a Prefeitura de Caruaru. Túlio Gadelha, que é filiado ao PDT, fora indicado pelos Queiroz, para o Iterpe, órgão da Secretaria dada por Paulo Câmara para acomodar os Queiroz em seu governo.

A notícia da exoneração, divulgada ontem, veio desacompanhada da respectiva motivação, dando azo a todo tipo de especulação maldosa. Eis que hoje, o Blog da Folha (leia AQUI) e a Coluna Folha Política, também da Folha de Pernambuco (leia AQUI) revelam que a queda de Túlio Gadelha do ITERPE não fora ocasionada nem por incompetência, nem por ausência, mas por trabalhar. Como o rapaz estava trabalhando e ganhou projeção por namorar a global Fátima Bernardes, deputados estaduais do PSB ficaram com INVEJA, que teria sido manifestada sabem onde? Em grupos de WatsApp, aqueles onde desocupados passam o dia falando mal dos outros entre si. Decidido que o rapaz era um perigo para as pretensões de reeleição desses deputados invejosos e desocupados, Paulo Câmara o demitiu com o aval do Wolney Queiroz. Terrinha de política de muro baixo, esse Pernambuco do PSB, onde só quem faz parte das camarilhas palacianas tem direito a ser candidato e, principalmente a se eleger para cargos que, a rigor, deveriam ter o povo como fiel da balança.

MAIS VISITADAS DO MÊS

Polêmica: compradores dos apartamentos "entregues" por Bolsonaro em Petrolina soltam nota repudiando "inverdades" da propaganda oficial "fazendo todos acreditarem que foi de “graça” o que além de ser uma inverdade se torna totalmente desrespeitoso para quem adquiriu o apartamento com tanto esforço."

Além de assédio sexual contra funcionárias, testemunhas reportaram ao MPPE e à DRACO que Prefeito de Camaragibe levava "prostitutas" para dentro da Prefeitura

Operação "For All": Além da sonegação de R$ 500 milhões, donos da A3 Entretenimentos, que administra várias bandas de forró, casas de show e até gráficas, também são investigados por tráfico internacional de drogas, homicídio, ameaça, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Principal banda da empresa é a Aviões do Forró

Recusa em dar R$ 400 mil por mês a Olavo de Carvalho causou a demissão de Santos Cruz. Pressão pelo dinheiro era de Carlos Bolsonaro

Lava Jato chega a Pernambuco: "Amplo esquema criminoso leva Lava Jato a bloquear mais de R$ 3,5 bilhões do PSB, de FBC, do Espólio de Eduardo Campos, Do MDB e de Eduardo da Fonte além de vários empresários