"Marília Arraes é um fenômeno", declaração foi do ex-prefeito de São Paulo em conversa com pré-candidata do Partido Liana Cirne, que pretende disputar vaga na Câmara Federal

"Marília Arraes é um fenômeno!" declaração foi do ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, em conversa com a pré-candidata do PT à Câmara dos Deputados, a professora Liana Carne, da Faculdade de Direito do Recife

Em visita de cortesia ao ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, onde foi recebida na sede do Instituto Lula, para uma conversa de quase duas horas sobre a conjuntura política-eleiroral de Pernambuco, bem como sobre estratégias para a defesa do ex-presidente Lula, a pré-candidata à Câmara dos Deputados, pelo PT, Liana Cirne, ouviu de Haddad declarações que contradizem o que tem sido divulgado pela mídia local no tocante à importância de uma candidatura própria do Partido dos Trabalhadores, encabeçada pela vereadora do Recife, Marília Arraes, a quem Fernando Haddad chegou de qualificar como "verdadeiro fenômeno".

Em entrevista ao Blog da Noelia Brito, a advogada e professora de Direito da Universidade Federal de Pernambuco, Liana Cirne ainda revelou que segundo palavras do próprio Haddad, uma candidatura própria do PT, em Pernambuco, principalmente diante do impressionante desempenho de Marília Arraes nas pesquisas eleitorais,  apontando para a possibilidade de uma vitória do pleito para o governo de Pernambuco, seria importante para o PT.

Liana Cirne, que além da defesa das pautas feministas, como professora de Direito Processual Civil de uma das mais destacadas Faculdades de Direito do País, a Faculdade de Direito do Recife, mais conhecida como "Casa de Tobias Barreto", tem se destacado como uma das mais ativas e veementes vozes, dentro do PT e no meio acadêmico, na defesa da inocência de Lula, sendo incansável ao apontar todas as ilegalidades do processo que condenou o ex-presidente e o levou à prisão, antes mesmo do trânsito em julgado de sua condenação, pelo juiz Sergio Moto.

Liana, que retornou muito animada da longa e esclarecedora conversa com Haddad, inclusive figura entre uma das autoras do livro sobre o processo movido contra Lula, juntamente com outros juristas de renome nacional.

Ainda segundo Haddad, as visitas de cortesia trocadas entre ele e Paulo Câmara não devem ser interpretadas para além do que realmente são: meras visitas de cortesia inerentes ao próprio universo da política partidária e que em hipótese nenhuma sinalizam para a concretização de uma aliança entre o PT e o PSB, como tem sido aventado por alguns setores da mídia local.

Ao Blog, Liana ainda contou que ao saber da ojeriza que a militância vinha manifestando à hipótese de uma possível aliança entre o PT e o PSB, Haddad se mostrou bastante impressionado, revelando que desconhecia os ataques que o PSB desferira contra o PT e seus militantes durante os últimos anos, quando muros de todo o Estado foram pichados com acusações levianas de que o PT havia matado Eduardo Campos, agravadas com os ataque ferozes do atual prefeito do Recife, Geraldo Júlio, à figura da presidenta Dilma Rousseff, quando o prefeito, que figura como uma das principais lideranças do PSB a nível nacional, inclusive compondo sua Direção Executiva, bradava a plenos pulmões que deveriam "tirar essa mulher dali" referindo-se à presidente Dilma, na eleição em que o PSB de Pernambuco, em peso, deixou de apoiar o PT para apoiar a candidatura de Aécio Neves, do PSDB.

Liana Cirne ainda ponderou que há diferenças regionais com relação a eventuais alianças, chegando a comparar a situação da Paraíba com Pernambuco, já que naquele estado o atual governador, Ricardo Coutinho, apesar de também ser do PSB, sempre apoiou a reeleição e a ex-presidente Dilma Rousseff, ao passo que o PSB de Pernambuco e demais parlamentares desse Partido teriam dado os votos decisivos para a concretização do golpe parlamentar que retirou Dilma para implantar o governo mais corrupto e mais deletério para a classe trabalhadora, da história do Brasil.

*Postagem reeditada para correção de algumas informações que foram esclarecidas pela Assessoria do ex-prefeito Fernando Haddad.

MAIS VISITADAS DO MÊS

Polêmica: compradores dos apartamentos "entregues" por Bolsonaro em Petrolina soltam nota repudiando "inverdades" da propaganda oficial "fazendo todos acreditarem que foi de “graça” o que além de ser uma inverdade se torna totalmente desrespeitoso para quem adquiriu o apartamento com tanto esforço."

Além de assédio sexual contra funcionárias, testemunhas reportaram ao MPPE e à DRACO que Prefeito de Camaragibe levava "prostitutas" para dentro da Prefeitura

Operação "For All": Além da sonegação de R$ 500 milhões, donos da A3 Entretenimentos, que administra várias bandas de forró, casas de show e até gráficas, também são investigados por tráfico internacional de drogas, homicídio, ameaça, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Principal banda da empresa é a Aviões do Forró

Recusa em dar R$ 400 mil por mês a Olavo de Carvalho causou a demissão de Santos Cruz. Pressão pelo dinheiro era de Carlos Bolsonaro

Lava Jato chega a Pernambuco: "Amplo esquema criminoso leva Lava Jato a bloquear mais de R$ 3,5 bilhões do PSB, de FBC, do Espólio de Eduardo Campos, Do MDB e de Eduardo da Fonte além de vários empresários