Aliança Nacional LGBT+ chega a Pernambuco e lança Manual de Comunicação LGBT+. Evento terá mediação da militante social Maria do Céu


No próximo dia 21 de junho (quinta-feira), a partir das 19 horas, no Forte do Brum, situado no Bairro do Recife, na Capital pernambucana, ocorrerá o lançamento do MANUAL DE COMUNICAÇÃO LGBTI+ para marcar a chegada da Aliança Nacional LGBTI+ a Pernambuco. Na ocasião será oferecido coquetel para convidados no Forte do Brum. 

O evento, que terá a mediação de Maria do Céu, que é militante social, LGBTI, dos direitos sexuais e que atua como produtora cultural e empreendedora da noite LGBTI+ (atualmente grupo Metrópole), contará, ainda, com a participação do ativista da causa LGBT, Toni Reis e da premiada jornalista Marcionila Teixeira, do Diário de Pernambuco, como palestrantes no diálogo sobre "Respeito, Direitos Humanos e o tratamento da mídia quanto à população LGBTI+”.

Mediadora do evento, Maria do Céu é graduada em Psicologia pela Faculdade de Ciências Humanas ESUDA, sendo fundadora do Instituto Boa Vista uma Organização Não Governamental de Direitos Humanos, que atualmente desenvolve projetos para 60+ e cidadania LGBTI+. Facilitadora das Rodas Livres de diálogo sobre as questões de gênero e combate à homofobia, na cidade do Recife, Maria do Céu foi representante do Ministério da Cultura na Região Nordeste e compõe o Conselho de Direitos Humanos do Recife (desde 2016).

Dentre os convidados já confirmaram presença Graça Araújo, apresentadora do Jornal do Meio Dia, da TV Jornal e de programa de rádio na Rádio Jornal, Cristiana Cordeiro, historiadora e coordenadora do Núcleo de Estudos de Gênero Wilma Lessa da EREM Silva Jardim, no bairro do Monteiro, Jardel Araíjo, membro do Núcleo de Estudos em Gênero, Sexualidades e Raça, Hypatia e  do coletivo de juventude negra Cara Preta, Maria Daniela,  da Associação de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais da Mata Sul de Pernambuco - AMAS/LGBT, filiada a Articulação e Movimento para Travestis e Transexuais de Pernambuco - Amotrans e Antiproibicionista (Rede Nacional de Feministas Antiproibicionistas).

A Aliança Nacional LGBT+ é uma organização da sociedade civil, pluripartidária e sem fins lucrativos. Legalmente registrada desde 2003, dialoga e constrói ações comuns com pesquisadores, ativistas, dirigentes partidários, gestores públicos, redes, organizações governamentais, comunicadores, empresários comprometidos com a promoção dos direitos e da cidadania LGBTI (mais informações disponíveis em: grupodignidade.org.br/alianca-nacional-lgbti-objetivos).

O Manual de Comunicação LGBT+, que será lançado em Pernambuco no próximo dia 21 de junho, traz alguns dos principais pontos históricos envolvendo a população LGBTI+, inclusive os avanços mais recentes em termos de reconhecimento dos direitos desta população no Brasil e no mundo, bem como considerações sobre as lacunas ainda existentes para que alcance a cidadania plena.Também informa sobre termos a serem evitados em comunicações sobre o tema LGBTI+, assim como pautas que podem ser de interesse de profissionais dessa área.


Saiba mais sobre os participantes do evento:

Palestrantes:

. Toni Reis
Ativista da causa LGBTI e AIDS; fundador e atual diretor do primeiro grupo LGBTI (Grupo Dignidade) de Curitiba. É integrante do comitê executivo da recém-fundada rede regional GayLatino, a qual trabalha com direitos humanos e HIV em relação a gays na América Latina e no Caribe. Também é diretor-presidente da Aliança Nacional LGBTI. Formado em letras pela UFPR e também em pedagogia pela Uninter. É especialista em sexualidade humana, mestre em filosofia (ética e sexualidade) e doutor e pós-doutor em educação (LGBTfobia na educação). É autor dos livros “Homofobia no ambiente educacional: o silêncio está gritando” e “Sexo, Ética e Consentimento”. Recebeu o Prêmio de Direitos Humanos do Governo Federal, na categoria Garantia dos Direitos da População LGBT. Também recebeu a Medalha da Ordem Nacional do Mérito Educativo.

. Marcionila Teixeira
Repórter especial do Diário de Pernambuco. Formada pela Universidade Federal de Pernambuco, participa de coberturas relacionadas a direitos das crianças e adolescentes, direitos humanos, além de segurança pública. Ao longo da carreira, recebeu 13 prêmios e menções honrosas, entre eles, o Vladimir Herzog e o Esso. É especialista em direitos humanos pela Universidade Católica de Pernambuco e Jornalista Amiga da Criança.



Participantes:

. Cristiana Cordeiro
Formada em Licenciatura em História pela UNICAP; leciona História e Filosofia na Escola de Referência em Ensino Médio Silva Jardim. Iniciou sua vida profissional na antiga Secretaria do Trabalho e Ação Social do Governo de Pernambuco - Exercendo suas funções no Departamento de Apoio aos Centros Sociais Urbanos. Ex-militante do Movimento Popular de Pernambuco. Atualmente coordena o Núcleo de Estudos de Gênero Wilma Lessa da EREM Silva Jardim, no bairro do Monteiro.

. Graça Araújo 
Comanda há 26 anos o telejornal TV Jornal Meio Dia, exibido pela TV Jornal,afiliada ao SBT em Pernambuco. O foco do notíciário é a prestação de serviços à população. Além da TV, Graça apresenta, há 17 anos, o programa Rádio Livre, na Rádio Jornal. Assim como na televisão, a jornalista usa o microfone para dar voz às demandas da população, sobretudo as mais carentes. A preocupação com a prevenção e o tratamento das doenças tem espaço especial com o “Consultório de Graça”, que entrevista diariamente especialista nas áreas de saúde e comportamento.

. Jardel Araújo
Graduanda em Serviço Social pela UFPE; membro do Núcleo de Estudos em Gênero, Sexualidades e Raça, Hypatia. Membro do coletivo de juventude negra Cara Preta; Ativista LGBT e Youtuber.

. Maria Daniela
Formada em Engenharia Agronômica e funcionária pública estadual. Passou pelo movimento estudantil e é ativista nos movimentos LGBT. É filiada a Aliança Nacional LGBTI+. Foi secretária executiva na Nova Associação de Travestis e Transexuais de Pernambuco - NATRAPE (2014/2017), filiada à Associação de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais da Mata Sul de Pernambuco - AMAS/LGBT, filiada a Articulação e Movimento para Travestis e Transexuais de Pernambuco - Amotrans e Antiproibicionista (Rede Nacional de Feministas Antiproibicionistas).

Mediadora:

Maria do Céu
Militante social, LGBTI, dos direitos sexuais. Atua como produtora cultural e empreendedora da noite LGBTI+ (atualmente grupo Metrópole). Formou-se em Psicologia pela Faculdade de Ciências Humanas ESUDA; recebeu a Medalha de Mérito José Mariano, comenda máxima na cidade do Recife. Fundou o Instituto Boa Vista uma Organização Não Governamental de Direitos Humanos, que atualmente desenvolve projetos para 60+ e cidadania LGBTI+. Facilitadora das Rodas Livres de diálogo sobre as questões de gênero e combate à homofobia, na cidade do Recife. Ex-Representante do Ministério da Cultura na Região Nordeste e membro do Conselho de Direitos Humanos do Recife (desde 2016).


Comentários

MAIS ACESSADAS DO MÊS

Feudo do DEM, Ebserh já é recordista em inquéritos e denúncias de fraudes na Polícia Federal e no Ministério Público Federal

Sem conseguir emplacar nas pesquisas, Bruno Araújo demite nove pessoas de sua equipe de campanha. Ouvidos pelo Blog, contratados se dizem prejudicados.

MPF: Justiça recebe ação de improbidade contra desembargador ex-presidente do TRE em PE e mais seis