Lista definitiva do TCE/PE encaminhada ao TRE/PE confirma que Prefeito do Recife, Geraldo Julio, do PSB, é Ficha Suja e está inelegível pelos próximos 8 anos



Lista definitiva do TCE/PE encaminhada ao TRE/PE confirma que Prefeito do Recife, Geraldo Julio, do PSB é Ficha Suja e está inelegível pelos próximos 8 anos. Assim como FBC (SAIBA OS DETALHES DA CONDENAÇÃO DE FBC A DEVOLVER R$ 5,1 MILHÃO A SUAPE, PELO TCE. OPERAÇÃO TAMBÉM LESOU PETROBRAS. TCU E MPF DEVEM INVESTIGAR), Geraldo teve auditoria especial julgada irregular como gestor de Suape durante governo de Eduardo Campos. Tendo apenas mais dois anos e meio de mandato a cumprir à frente da Prefeitura do Recife, Geraldo Julio tem pretensões de ser sucessor do próximo governador de Pernambuco. A inelegibilidade joga "areia" nos seus planos. 



O processo onde as contas de Geraldo Júlio teriam sido rejeitadas se refere ao tempo em que o gestor presidia o Complexo Portuário de Suape, durante o exercício de 2011. De acordo com o site do TCE, consultado pelo Blog, a análise da concorrência 003/11, referente à Execução de serviços de drenagem do canal de acesso, bacia de manobras e dique do estaleiro PROMAR, constatou a existência de irregularidades naquela licitação em SUAPE, que era presidido na época por Geraldo Júlio. A decisão foi prolatada na Auditoria Especial nº 1102869-5, cujo relator era o Conselheiro  Marcos Nóbrega.





Lendo a decisão completa é possível observar que nem Geraldo Júlio nem os demais corresponsáveis apresentaram defesa ou qualquer recurso contra a decisão, sendo certo que transitou em julgado porque publicada no Diário Oficial de 29/08/2017. De acordo com o inteiro teor do Acórdão, Geraldo Júlio foi responsabilizado por, na qualidade de Direitor Presidente de SUAPE, ter homologado licitação em que se constatou restrição ao seu caráter competitivo e por ter descumprido recomendações do TCE:








Comentários

MAIS ACESSADAS DO MÊS

Feudo do DEM, Ebserh já é recordista em inquéritos e denúncias de fraudes na Polícia Federal e no Ministério Público Federal

Sem conseguir emplacar nas pesquisas, Bruno Araújo demite nove pessoas de sua equipe de campanha. Ouvidos pelo Blog, contratados se dizem prejudicados.

MPF: Justiça recebe ação de improbidade contra desembargador ex-presidente do TRE em PE e mais seis