"Bolsominios" invadem grupo do WatsApp que organiza protesto das mulheres contra candidato da extrema direita, previsto para o dia 29/09


Administradoras de um grupo criado no WatsApp para organizar o protesto de mulheres contra o candidato Jair Bolsonaro, do PSL, no Recife, previsto para o próximo dia 29 de setembro, denunciam que aliados do candidato teriam invadido o grupo e até alterado momentaneamente seu nome, de modo a dar a entender que seria grupo de apoio a Bolsonaro.

Nos "prints", enviados pelas administradoras do grupo, ao nosso Blog, é possível observar não apenas a alteração do nome do grupo, mas várias mensagens de apologia a Bolsonaro feitas pelos invasores num grupo criado justamente para combater suas ideias.

De acordo comas vítimas do ataques, que afiram temer atos de violência desses partidários de Bolsonaro durante a manifestação do próximo dia 29, os "prints" servirão para identificar os invasores, já que seus números de celulares aparecem nas postagens invasoras e denunciá-los à autoridade policial.

Vejam alguns do "prints" feitos da invasão:













Comentários

MAIS ACESSADAS DO MÊS

STJ MANDA INQUÉRITO CONTRA PAULO CÂMARA E GERALDO JULIO, POR SUPOSTOS CRIMES NA LICITAÇÃO DA ARENA PERNAMBUCO, PARA VARA DOS CRIMES CONTRA A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA NO RECIFE

OPERAÇÃO SOLARIS: EMPRESA ALVO DA PF EM SALGUEIRO VENCEU QUASE TODAS AS LICITAÇÕES QUE PARTICIPOU EM 12 MUNICÍPIOS PERNAMBUCANOS

Máfia da Merenda estaria pressionando Governador Paulo Câmara para afastar delegada Patrícia Domingos que desbaratou esquema da ORCRIM. PF também investiga mesma máfia