Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2018

Paulo Câmara e 37 deputados de Pernambuco dizem "Ela Sim" pra corrupção e extinguem Delegacia que colocou a Máfia da Merenda na cadeia. GAECO do MPPE assume investigação da Máfia por causa da manobra do governo

Imagem
Apenas quatro deputados estaduais de Pernambuco disseram "não" à corrupção que toma conta de Prefeituras e Secretarias do Governo de Pernambuco votando contra o projeto de lei do governador Paulo Câmara que extingue a Decasp, Delegacia especializada no combate à corrupção e que indiciou quase 50 políticos, servidores e empresários por práticas corruptas, colocando na cadeia empresários donos de empresas ligadas à Máfia da Merenda, até então tidos como intocáveis. Foram contra a corrupção na votação de ontem os deputados Antônio Moraes (PP), Edilson Silva (PSOL), Priscila Krause (DEM) e Socorro Pimentel (PTB), os demais ou votaram a favor da corrupção ou se omitiram vergonhosamente, priorizando outras agendas. Dos que estiveram ausentes à votação, somente o deputado Álvaro Porto (PTB) justificou sua ausência em razão de licença médica para realização de uma cirurgia, mediante nota enviada ao Blog, onde ainda informou que se estivesse presente votaria contra o projeto.
Levantam…

CORRUPÇÃO: APÓS DENÚNCIA DO BLOG, SOCIEDADE SE MOBILIZA CONTRA ORQUESTRAÇÃO DE POLÍTICOS E EMPRESÁRIOS INVESTIGADOS PARA EXTINGUIR DELEGACIA DE COMBATE À CORRUPÇÃO. "GRAMPOS" CONFIRMAM TRAMOIA

Imagem
Não é de hoje que políticos e empresários investigados por corrupção aliados do governador Paulo Câmara e do prefeito Geraldo Júlio, do PSB, tramam para afastar a delegada Patrícia Domingos do comando da Delegacia de Crimes Contra a Administração Pública, a Decasp, em represália à sua atuação competente e isenta no combate à corrupção em prefeituras e órgãos públicos estaduais de Pernambuco.
As tratativas para afastar a Delegada Patrícia, conhecida como o Sergio Moro de Pernambuco, por ser implacável contra corruptos, já foram flagradas inclusive em interceptações telefônicas feitas com autorização da justiça. Apenas para citar uma dessas investidas de políticos corruptos aliados do governador contra a delegada que combate a corrupção, inclusive de aliados do governo, lembremos dos "grampos" em que o ex-prefeito de Catende, Otacílio Cordeiro e seus aliados do PSB foram flagrados tramando  dar uma surra em público e até mandar matar uma testemunha e ainda o afastamento da dele…

Operação Abismo: ex-presidente da Caboprev revelou esquema corrupto comandado por Lula Cabral, em depoimento ao MPPE no Cabo. Prefeito chegou a aumentar alíquota imposta aos servidores para cobrir rombo causado com a fraude

Imagem
A prisão preventiva do prefeito do Cabo de Santo Agostinho, Lula Cabral, do PSB, teve por principal motivação, a  possibilidade deste intimidar testemunhas no caso investigado pela Operação Abismo da Polícia Federal, que investiga um esquema criminoso de desvios da ordem de R$ 92 milhões da Previdência dos Servidores do Cabo.
O TRF da 5ª Região, que determinou a prisão, acatou o argumento da Polícia Federal de que Lula Cabral representa risco às investigações, diante da constatação de que logo após a então presidente da Caboprev, Célia Emídio, apresentar sua defesa junto ao TCE/PE, na Auditoria Especial que apura os desvios na Caboprev, o prefeito, que se encontra preso no Cotel, teria exonerado a presidente da autarquia previdenciária e ato contínuo conseguido que a Câmara dos Vereadores aprovasse uma lei permitindo que a Caboprev pudesse ser presidida por pessoa estranha ao quadro efetivo de servidores do Cabo de Santo Agostinho.
SAIBA MAIS => OPERAÇÃO ABISMO: PF PRENDE GENRO DE LUL…

OPERAÇÃO ABISMO: PF PRENDE GENRO DE LULA CABRAL QUE APARECE EM ÁUDIO COM LOBISTA QUE INTERMEDIOU AS FRAUDES CONTRA A CABOPREV

Imagem
A Polícia Federal divulgou, ontem (24), a prisão de um empresário, em Boa Viagem, por participação no esquema que levou à prisão o prefeito do Cabo de Santo Agostinho, Lula Cabral, do PSB, por fraudes previdenciárias no valor de R$ 92 milhões, aplicadas na Previdência dos Servidores do Cabo.  A prisão foi realizada na noite do dia 22, no momento em que esse empresário chegava em casa.
O Blog da Noelia Brito apurou que o preso é o genro de Lula Cabral, André de Câmara Barros Maciel, que é apontado no inquérito da Operação Abismo como cúmplice do sogro recebimento de propina para levar os R$ 92 milhões do Fundo Previdenciário dos Servidores do Cabo para aplicações em títulos "podres".
O inquérito apurou que a obtenção da transferência dos recursos aplicados na CEF para os Fundos da Terra Nova/Bridge teriam se dado mediante o pagamento de propina ao prefeito Lula Cabral, em associação com seu genro, André da Câmara Barros Maciel, possivelmente em espécie, muito embora, não se …

OLHOS DE LINCE: OPERAÇÃO DE COMBATE A CRIMES ELEITORAIS TEM MANDADO CUMPRIDO EM PERNAMBUCO E EM OUTROS TRÊS ESTADOS

Imagem
Brasília/DF- A Polícia Federal desencadeou, hoje (23/10), a Operação Olhos de Lince, que executa nove ações simultâneas com o intuito de coibir crimes relacionados às eleições de 2018.
Estão sendo cumpridos quatro mandados de busca e apreensão nos municípios de São Paulo/SP, Sorocaba/SP, Uberlândia/MG e Caxias do Sul/RS; bem como sendo lavrados cinco Termos Circunstanciados de Ocorrência, com a intimação dos investigados para oitiva, nos municípios de Juiz de Fora/MG, Varginha/MG, Recife/PE e Caxias do Sul/RS. As ações fazem parte das atividades realizadas pelo Centro Integrado de Comando e Controle Eleitoral – CICCE/2018 e são resultado do trabalho desenvolvido pela Polícia Federal no acompanhamento das redes sociais com o objetivo de identificar e de evitar possíveis crimes eleitorais e ameaças aos candidatos que concorrem ao pleito.
Para a identificação dos investigados foram utilizadas técnicas de reconhecimento facial, que por meio de critérios científicos, permitem a realização d…

Prefeitura de Bezerros nega irregularidades nas aplicações dos recursos da Previdência Municipal. Leiam nota enviada ao Blog

Imagem
A exemplo da Prefeitura de Gravatá, a Prefeitura de Bezerros também nega, por meio de Nota de Repúdio, qualquer irregularidade na aplicação dos recursos do Fundo Previdenciário daquele Município e envia declaração da CEF certificando que todas as aplicações das contribuições previdenciárias estariam depositadas na Caixa Econômica Federal desde 01/01/2017 e que suas movimentações financeiras estariam disponíveis no seu Portal da Transparência. Segue a nota na íntegra:
"A Prefeitura de Bezerros, através do Instituto de Previdência Municipal de Bezerros (IPREBE), vem por meio desta, esclarecer que não existe desvio de recursos nem recebimento de propina pela Prefeitura de Bezerros na Operação Abismo. Todas as movimentações financeiras da gestão municipal estão disponíveis para consulta no Portal da Transparência, no site institucional da Prefeitura (www.bezerros.pe.gov.br). Vale salientar que o município está em 15º lugar entre os 185 municípios pernambucanos no Índice de Transparênc…

OPERAÇÃO ABISMO: TRF5 DECRETA PRISÃO DE MAIS UM EMPRESÁRIO E PRORROGA PRISÕES TEMPORÁRIAS. PREFEITO DO CABO SEGUE PRESO PREVENTIVAMENTE

Imagem
A Policia Federal, por sua assessoria de comunicação, acaba de confirmar que o Tribunal Regional Federal da 5ª Região decretou a prisão de mais um suspeito de envolvimento na Operação Abismo, que desbaratou uma organização criminosa responsável por fraudes na Previdência dos Servidores do Cabo de Santo Agostinho.
De acordo com a nota, com a prisão de ontem, realizada em Boa Viagem, por volta das 22 horas, quando o empresário chegava em sua residência, subiu para 23 o número de prisões decretadas na Operação. Logo após tomar ciência de sua prisão, o empresário que não teve o nome revelado, em razão do sigilo do inquérito mantido pelo desembargador relator, apesar de pedidos da PF e do MPF para que o sigilo fosse levantado, foi encaminhado para o COTEL.
Ontem também foram renovadas por mais 5 dias todas as prisões temporárias e os materiais apreendidos de outros estados já estão começando a chegar em Recife/PE, onde passarão por análise e perícia especializada – Dentre as apreensões estão…

Petrolina e Jaboatão também investiram recursos da previdência dos servidores em papeis das corretoras Gradual e Bridges, cujos donos foram presos na Operação Abismo que levou o prefeito do Cabo à prisão

Imagem
A Operação Abismo, da Polícia Federal, desbaratou, na semana passada, uma organização criminosa especializada em subornar agentes públicos para que transferissem recursos das Previdências Municipais para aplicações em Fundos de alto risco e até em títulos podres.
A Operação teve como alvos principais, além do Prefeito do Cabo de Santo Agostinho,  Lula Cabral, que foi preso na Operação, um lobista responsável por fazer a ponte entre os gestores e as empresas golpistas, todas já alvo de outras Operações da Polícia Federal por fraudes contra Fundos Previdenciários (Leia mais em Operação Abismo: Lobista distribuiu mais de R$ 4 milhões em propina por meio de laranjas para pagar fraude milionária à Previdência dos servidores do Cabo de Santo Agostinho, revelam mensagens obtidas em celulares apreendidos na Operação Torrentes)
Entre as empresas alvos das Operações Encilhamento, Papel Fantasma e Abismo destacam-se a Gradual Corretora, que já foi inclusive liquidada pelo Banco Central e a Terra N…

IPSEG esclarece que todos os investimentos e aplicações da previdência dos servidores de Gravará encontram-se na CEF e no BNB desde sua fundação, em 2009

Imagem
Com relação a matéria publicada em nosso Blog na manhã de hoje, reproduzindo diálogo interceptado em celulares de denunciados na Operação Torrentes e que contribuíram para desencadear a Operação Abismo, que investiga fraudes na Previdência do Cabo de Santo Agostinho, o Instituto de Previdência dos Servidores de Gravatá (IPSEG) nos enviou a nota que reproduzimos a seguir, na íntegra, juntamente com declaração da Caixa Econômica Federal que corrobora a mencionada nota, no sentido de que os recursos geridos pela IPSEG estão depositados naquele banco público e no Banco do Nordeste do Brasil,  desde a fundação daquele, não havendo registro de transferência para outras instituições desde então:
"Por meio de nota de repúdio, o Instituto de Previdência dos Servidores de Gravatá (IPSEG) esclarece que todos os investimentos e aplicações financeiras da previdência encontram-se na Caixa Econômica Federal desde a criação do IPSEG, não havendo qualquer transferência de recursos para aplicações …

Operação Abismo: Intermediário entre prefeituras de Gravatá e Bezerros e esquema que fraudava previdências dos municípios, "Dorinho" já teve prisão preventiva decretada por estelionato e ainda responde por homicídio, ameaça e porte ilegal de arma

Imagem
Áudio interceptado na Operação Torrentes, em buscas e apreensões realizadas pela Polícia Federal naquela Operação, revela um diálogo entre Deodoro Francisco da Silva Filho e o lobista Daniel Lucas onde o primeiro comunica ao segundo que já teria fechado um acerto nos Municípios de Gravatá e Bezerros, onde o contato seria uma pessoa chamada Acenildo de Souza Silva, conhecido como "Nido", que teria informado a Deodoro que até o percentual da propina estaria acertado: "1 para o prefeito e 1 para ele". Deodoro então pede para que Daniel Lucas informe isso aos "aos meninos, o Leonardo e a Zélia"

Acontece que Deodoro Francisco da Silva Filho, vulgo "Dorinho", assim como o próprio Daniel Lucas, já é velho conhecido da Justiça e já teve, inclusive, sua prisão preventiva decretada pelo Juiz de Direito Ivan Alves de Barros, da 8ª Vara Criminal da Capital, por estelionato. Segundo o Ministério Público de Pernambuco, Dorinho comandaria, por intermédio de uma…

Operação Abismo: Lula Cabral seria "cartão de visitas" para Orcrim desviar recursos previdencários em outros Municípios de Pernambuco. Gravatá e Bezerros já teriam acertado até percentual, revelam conversas interceptadas entre presos na Operação

Imagem
A Polícia Federal apurou que vários municípios pernambucanos estariam sendo assediados pela quadrilha presa na semana passada, no âmbito da Operação Abismo, para que as mesmas fraudes praticadas no Município do Cabo de Santo Agostinho, onde mais de R$ 92 milhões dos recursos da previdência dos servidores foram desviados por meio de aplicações em títulos podres, também fossem realizadas.
A interceptação de diálogos realizados em dezembro de 2017, entre os investigados Daniel Lucas, conhecido lobista que já fora preso na Operação Torrentes e Anízio Mendes, representante da Terra Nova, empresa cujos sócios já haviam sido presos na Operação Encilhamento,  pelas mesmas fraudes,  revelou que pelo menos dois outros Municípios já teriam contactado diversos municípios da Paraíba e de Pernambuco, com previsão de que arrecadassem, somente em janeiro de 2018, pelo menos R$ 50 milhões com os desvios nesses municípios.
Outro áudio interceptado na Operação Torrentes revela um diálogo entre Deodoro Fra…