JUNGMANN DIZ QUE ATAQUES DE FACÇÕES NO CEARÁ SÃO ENSAIO DO QUE ESTÁ POR VIR



O ex-ministro da Segurança Pública Raul Jungmann declarou há pouco, pelo Twitter, que a onda de ataques promovidos por facções criminosas no Ceará não é apenas uma crise, mas  um ensaio do que ainda está por vir.

O comentário foi feito ao compartilhar uma matéria do G1 sobre a derrubada de uma torre de transmissão da Uma torre de transmissão de 500KV, pertencente à Transmissão Nordeste (STN), localizada em Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), após novo ataque criminoso, por volta de 2 horas da madrugada deste sábado, 12.

Na manhã de hoje, a Polícia Civil do Ceará por meio da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa, apreendeu no Bairro Jangurussu, 5 toneladas de explosivos que estavam com suspeitos de comandarem a onda de ataques que assola o  Ceará. De acordo com a Polícia Civil do Ceará, os explosivos pertenceram à Facção Comando Vermelho, originária do Rio de Janeiro. 61 líderes das principais facções criminosas com  atuação no Estado já foram transferidos para presídios federais em outros Estados sem que entretanto a onda de atentados recrudeça.

Este é o 11º dia da série de onda de violência que atinge o Estado.

Comentários

MAIS VISITADAS DO MÊS

SINDICATO DEFINE VALOR MÍNIMO DE CACHÊ PARA MÚSICOS NO CARNAVAL DE PERNAMBUCO 2019

Policia Federal de PE e RN, com apoio da GISO, prende maior traficante de Pernambuco, líder da Facção Trem Bala, ligada ao Comando Vermelho, que estava hospedado em resort de luxo em Natal. Justiça Estadual com parecer favorável do MPPE soltou integrantes da Facção presos com fuzis e drogas pela PMPE

CASA DE FARINHA E UFPE: Em reunião com estudantes, UFPE revela que vai assinar contrato emergencial e sem licitação para substituir empresa e que vai reduzir drasticamente o número de alunos assistidos por "aderir" a contrato "pronto", da UFPB com a empresa "Verde Mar". Contratos da UFPE com a Casa de Farinha foram denunciados ao MPF por este Blog

MEIRA NA MIRA DO GAECO: MPPE OBTÉM LIMINAR MANDANDO PREFEITURA DE CAMARAGIBE RESTABELECER PROGRAMAS DE SAÚDE SUSPENSOS PELA ATUAL GESTÃO. PRAZO É DE DEZ DIAS SOB PENA DE MULTA DIÁRIA. LIMINAR FOI PEDIDA PELO GAECO E PROMOTORIA DE CAMARAGIBE

Ex-Deputada indiciada na Lava Jato por corrupção e lavagem de dinheiro ganha cargo na Prefeitura do Recife