NOVO SUPERINTENDENTE DA PF EM PERNAMBUCO TOMA POSSE EM CERIMÔNIA DAS MAIS PRESTIGIADAS



Com vasta experiência no combate à corrupção e ao tráfico de drogas, adquirida durante sua passagem pela Superintendência da Polícia Federal do Rio de Janeiro, o delegado da Polícia Federal Carlos Henrique Oliveira de Souza tomou posse, na manhã de ontem, como novo Superintendente da Polícia Federal, em Pernambuco.



A solenidade, que teve início às 10 hs da manhã de ontem (25), contou com a presença do Diretor geral da Polícia Federal, Mauricio Valeixo, além de Superintendentes da PF de vários Estados, tais como Rio de Janeiro, Minas Gerais, Ceará e Espírito Santo.


Estiveram presentes, ainda, o presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco, Eriberto Medeiros, o desembargador Bartolomeu Bueno, representando o TJPE, o desembargador federal Rogério Fialho, representando o TRF da 5ª região, a procuradora chefe do Ministério Público do Trabalho, Adriana Gondim, o diretor do Fórum da Justiça Federal no Recife, Juiz federal Frederico José Pinto de Azevedo, o prefeito de Olinda, Professor Lupércio e familiares do novo Superintendente. O Comando Militar do Nordeste foi representado pelo General Matos Filho.

Representantes de entidades sindicais dos policiais federais também se fizeram presentes, como a Diretora de Comunicação do Sindicato dos Policiais Federais de Pernambuco (SINPEF), Fabíola Simões e o vice-presidente da entidade, Marco Antônio Casimiro da Silva.

A transmissão do cargo contou com a presença do antecessor, Cairo Costa Duarte, 
que assumiu a Superintendência de Minas Gerais


Policiais federais, inclusive aposentados, de Pernambuco e de outros Estados, como Paraíba, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Distrito Federal também se fizeram presentes para prestigiar a posse. O secretário de Defesa Social de Pernambuco, Antônio de Pádua, seu secretário executivo e a Corregedora da SDS, Carla Patrícia Cintra, que são policiais federais, também marcaram presença.

Em seu discurso, além dos agradecimentos, o novo Superintendente da Polícia Federal relembrou algumas investigações de grande repercussão das quais fez parte, a exemplo do assassinato da Juíza Patrícia Aciolly, por policiais milicianos, no Rio de Janeiro.

MAIS VISITADAS DO MÊS

Polêmica: compradores dos apartamentos "entregues" por Bolsonaro em Petrolina soltam nota repudiando "inverdades" da propaganda oficial "fazendo todos acreditarem que foi de “graça” o que além de ser uma inverdade se torna totalmente desrespeitoso para quem adquiriu o apartamento com tanto esforço."

Além de assédio sexual contra funcionárias, testemunhas reportaram ao MPPE e à DRACO que Prefeito de Camaragibe levava "prostitutas" para dentro da Prefeitura

Operação "For All": Além da sonegação de R$ 500 milhões, donos da A3 Entretenimentos, que administra várias bandas de forró, casas de show e até gráficas, também são investigados por tráfico internacional de drogas, homicídio, ameaça, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Principal banda da empresa é a Aviões do Forró

Recusa em dar R$ 400 mil por mês a Olavo de Carvalho causou a demissão de Santos Cruz. Pressão pelo dinheiro era de Carlos Bolsonaro

Lava Jato chega a Pernambuco: "Amplo esquema criminoso leva Lava Jato a bloquear mais de R$ 3,5 bilhões do PSB, de FBC, do Espólio de Eduardo Campos, Do MDB e de Eduardo da Fonte além de vários empresários